Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente/Kavala Fresk Feastival: V edição a 08 de Julho para internacionalização da gastronomia local

 

Mindelo, 08 Jun (Inforpress) – A quinta edição do Kavala Fresk Feastival, prevista para o dia 08 de Julho, em São Vicente, coloca tónica na internacionalização da gastronomia local, anunciou hoje a organização, em conferência de imprensa.

O Kavala Fresk Feastival nasceu em 2013 e ganhou prémio de inovação, implementou-se no ano seguinte com lançamento de livro de receitas, estruturou-se depois, ano mais tarde consolidou-se ao representar Cabo Verde no Slow Food na Itália e quer internacionalizar-se em 2017.

Na 5ª edição do evento gastronómico, que os seus organizadores consideram mágica, aprazada para 08 de Julho, a Mariventos anunciou na tarde de hoje cinco novidades, designadamente a presença de quatro continentes (América, Ásia, Europa e África), uma exposição ao ar livre de 20 carros clássicos, um show cooking, um workshop para chefs e cozinheiros e outro para crianças a partir dos seis anos, e o lançamento do concurso “Kavala mas sabe”.

Além de um chef de Cabo Verde (África), participam no festival chefs da China (Ásia), dos Estados Unidos (América), patrocinado pela Embaixada na Cidade da Praia, e de Portugal (Europa), com patrocínio da Docapesca.

Faz o Kavala Fresk Feastval (KFF) cinco anos, número dito mágico, por isso tudo é aos cinco.

Mariventos, a entidade organizadora do festival, apresentou hoje as cinco novidades e os cinco elementos que integram a festa que há um quinquénio arrasta multidões para  a zona ribeirinha da cidade do Mindelo: o peixe, o pescador, a peixeira, o cozinheiro e o povo.

O povo, este, espera Josina Freitas, da organização, que apareça todo na Rua da Praia, para superar de longe as 40 mil presenças que em 2016 passou pelo palco da festa.

Mas Josina, que foi quem deu a conferência de imprensa, pelo Mariventos, deverá contentar-se com 40.001, apenas 01 sobre o número do ano passado, para certificar que o evento cresce a cada ano.

A Mariventos assinou hoje um protocolo com a PDConsulting, representado por Paulino Dias, que deverá promover um estudo para determinar o impacto do KFF na economia e na sociedade sanvicentinas.

Para tanto, a empresa de consultoria irá pôr a trabalhar no terreno, antes, durante e depois do festival, uma equipa especializada.

Documento idêntico rubricou-o a Mariventos com a Fly Viagens, uma agência mindelense, representada por Maria Teresa Graça, que se propõe criar um programa turístico interno denominado Melodia, um pacote que inclui viagem, alojamento e alimentação para fazer vir gente das outras ilhas assistir ao KFF.

O presidente da câmara de São Vicente, Augusto Neves, há muito que deixou de poupar nos elogios ao KFF, que ele trata de “projecto bonito e forte”, já a fazer “parte da cultura de São Vicente”.

“Um grande evento”, concluiu o autarca, como o são o Festival de Música da Baía das Gatas, o Fim do Ano e o Carnaval.

AT/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos