Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Umaro Sissoco Embaló condecorado com a Medalha Amílcar Cabral (c/áudio)

Mindelo, 11 Jul (Inforpress) – O Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, foi condecorado hoje, no Mindelo, pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, com o mais elevado grau de distinção cabo-verdiana, o Primeiro Grau da Medalha Amílcar Cabral.  

O acto aconteceu na manhã de hoje, no Palácio do Povo, no Mindelo, na sequência de uma visita de dois dias que o chefe de Estado guineense fez a São Vicente. 

Conforme o decreto presidencial, datado de 10 de Julho de 2021, “a realidade e a vontade dos dois países ditam um estreitamento de relações, que vem sendo cada vez mais acarinhado fruto de um desejo natural”. 

“A diplomacia através da sua arte é aqui chamada para oficializar aquilo que já uma exigência das nossas populações, assim em reconhecimento do empenho pessoal do contributo inestimável da dedicação e amizade colocadas por sua excelência general do exército Umaro Sissoco Embaló, o Presidente da República da Guiné-Bissau na reaproximação e relançamento dos laços históricos”, cita o documento, que confirma inaugurar-se agora uma “nova era”. 

Umaro Sissoco Embaló assegurou que a visita a Cabo Verde cumpriu “cabalmente todos os objectivos” e hoje “os dois povos estão mais comprometidos na tarefa comum de cooperar mais e consolidar melhor os laços históricos que sempre ligaram os povos guineense e cabo-verdiano”. 

Os dois governos, que segundo a mesma fonte foram impulsionados por ele mesmo e Jorge Carlos Fonseca, vão concretizar agora “programas concretos de cooperação bilateral, que são de interesse comum”. 

O Presidente da Guiné-Bissau considerou que a “elevada condecoração” do Estado de Cabo Verde com que foi distinguido “não é apenas uma homenagem” à sua pessoa como presidente, “é uma homenagem do povo de cabo-verdiano ao povo guineense e sobretudo um voto de confiança e de amizade que une os dois povos”  

 Sissoco Embaló, que decidiu depois dirigir-se ao seu homólogo cabo-verdiano em crioulo, referiu ao facto de ser o primeiro chefe de Estado guineense a ser condecorado em Cabo Verde, e Jorge Carlos Fonseca ter sido também o primeiro Presidente cabo-verdiano a ser agraciado em Guiné-Bissau, que aconteceu na visita feita em Janeiro último, algo que, a seu ver, deveria ter sido feito desde a luta de libertação. 

“Nós fizemos uma luta, mas não estamos unidos para fazer um desenvolvimento comum, mas eu e você com o Governo de Cabo Verde e os dois povos a partir de hoje, e você enquanto Presidente da República e mesmo quem vir depois, ninguém vai parar mais”, concretizou.  

Umaro Sissoco Embaló encontrava-se de visita a Cabo Verde desde quinta-feira, com passagem pela Cidade da Praia e que terminou hoje.  


LN/AA 

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos