São Vicente: Tribunal decreta prisão preventiva a indivíduo detido pela PJ por crimes de roubo

Mindelo, 10 Abr (Inforpress) – O Tribunal de São Vicente mandou para prisão preventiva um indivíduo detido pela Polícia Judiciária, nesta terça-feira, “fora do flagrante delito” por uma série de crimes de roubo com violência sobre pessoas e coisas, informou a PJ.

Esta medida de coacção ficou conhecida nesta terça-feira, no mesmo dia da detenção realizada pelo Departamento de Investigação Criminal do Mindelo (DICM) – Brigada de Crimes Contra Propriedade.

O indivíduo do sexo masculino, residente na zona de Madeiralzinho, é suspeito, segundo informações da PJ, de ser coautor na prática de uma série de crimes de roubo, com violência sobre pessoas e coisas.

Num dos crimes, cometido no passado dia 01 de Fevereiro, nos arredores de Chã de Cemitério, o suspeito, na companhia de outros dois indivíduos, usando de violência, teria subtraído de um outro indivíduo o salário, no valor de dez mil escudos, que este acabara de receber.

No mesmo dia, juntamente com um outro indivíduo, este, conforme a mesma fonte, terá abordado uma mulher, na localidade de Madeiralzinho, apoderando-se de uma bolsa que esta trazia, contendo no seu interior um avental com a quantia de 30 mil escudos, objectos em ouro e um telemóvel.

Ainda na mesma zona, o detido, em coautoria, terá retirado um telemóvel a um outro indivíduo usando de uma arma branca, como forma de “intimidar a vítima”.

Ainda em São Vicente, a Polícia Judiciária deteve “fora de flagrante delito,” no dia 01 de Abril, um indivíduo do sexo masculino, de 41 anos, suspeito da prática de 11 crimes de exibicionismo perante crianças.

Segundo a mesma fonte, o indivíduo, ao que consta, cumpriu pena na cadeia da Ribeirinha, por diversas vezes, acusado da prática de vários crimes de roubo cometidos, sobretudo, na localidade de Monte Sossego.

O detido foi presente, no mesmo dia, às autoridades judiciárias competentes para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido, que lhe aplicaram como medida de coacção termo de identidade e residência (TIR).

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos