Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

São Vicente: Tribunal aplica Termo de Identidade e Residência ao presidente da Associação dos Bombeiros suspeito de burla

Mindelo, 31 Jul (Inforpress) – O Tribunal de São Vicente decretou hoje Termo de Identidade e Residência ao presidente da Associação dos Bombeiros, Isaías Lopes, detido nesta quinta-feira pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de burla qualificada, falsificação ou alteração de documentos.

A medida de coação foi decretada nesta sexta-feira, após a apresentação do suspeito ao tribunal.

Isaías Lopes fica assim sob Termo de Identidade e Residência (TIR) e apresentação periódica às autoridades, após ter sido detido pela Polícia Judiciária, em cumprimento de mandado do Ministério Publico, suspeito de crimes de burla qualificada, falsificação ou alteração de documentos.

Isaías Lopes, segundo informações da própria polícia científica, está indiciado da prática de quatro crimes de burla qualificada em concurso real com quatro crimes de falsificação ou alteração de documentos.

Supostamente, conforme a mesma fonte, este se aproveitava da sua qualidade de presidente da Associação dos Bombeiros de São Vicente para, de “forma reiterada e fraudulenta”, proceder a levantamentos de dinheiro das contas bancárias que a associação é titular, em “benefício próprio”, causando, deste modo, prejuízos à referida associação em “mais de duas centenas de contos”.

O Tribunal de São Vicente também aplicou TIR a dois indivíduos de 17 e 19 anos, detidos também pela Polícia Judiciária, em cumprimento de mandado, suspeitos de “roubo com violência sobre coisas”.

Os dois indivíduos, conforme a mesma fonte, terão acedido a uma residência particular, onde também funcionava uma mercearia, na localidade de São Pedro, “para, acto contínuo, arrombarem um cofre de madeira, e levar, na sequência, todo dinheiro, uma variedade de artigos da loja, bem como um cordão em ouro e dois telemóveis”.

No decurso das diligências, a PJ identificou os suspeitos e recuperou parte dos objectos subtraídos.

LN/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos