São Vicente: “Talento dos jovens e Estado incentivador é combinação para melhorar condições de vida da juventude” – ministro

Mindelo, 03 Nov (Inforpress) – O ministro das Finanças considerou, no Mindelo, que o talento dos jovens, combinado com os incentivos do Estado, pode mudar o quadro do país, “fazer crescer” a economia e “melhorar” as condições de vida da juventude.

Olavo Correia veio a São Vicente, na noite de sexta-feira, 02, dialogar com a juventude mindelense sobre o Orçamento do Estado para 2019 e as oportunidades para a juventude, numa iniciativa da Juventude para a Democracia (JpD), e sublinhou que o objectivo é que os jovens sejam “empreendedores” e “possam cuidar do seu próprio destino”.

A perspectiva, lançou o também vice-primeiro-ministro, não é de um Estado “que sempre dá”, mas numa parceria em que o Estado incentiva, o jovem utiliza o seu talento e, assim, melhorar o quadro em Cabo Verde.

Isto porque, precisou o governante, nem sempre o Estado tem todas as soluções, os jovens também têm soluções, daí o apelo a uma “atitude pró-activa, de diálogo e de construção conjunta”.

Olavo Correia lembrou que o Orçamento do Estado para 2019 “não está fechado” mas será um documento “para a juventude, o emprego e a inclusão”, mas, sobretudo, apontou, “ao serviço do talento, do trabalho e da criatividade pois as soluções não vêm do Estado, têm que surgir num quadro de “parceria efectiva”.

“Os jovens têm que assumir as suas responsabilidades, mas o Estado também, para que o ecossistema funcione”, concretizou.

Questionado sobre o que a juventude de São Vicente pode esperar do Orçamento do Estado para 2019, o ministro das Finanças nomeou “incentivos no emprego, empregabilidade, promoção empresarial, mobilidade e qualificação dos recursos humanos”, e um “apoio permanente” para que os jovens que queiram empreender e inovar o possam fazer.

“Sabemos que ainda existem muitas dificuldades burocráticas/administrativas mas é necessário que todos mudem de atitude e coloquemos as nossas energias ao serviço da juventude cabo-verdiana”, conclui Olavo Correia.

O encontro do ministro das Finanças com a juventude de São Vicente, segundo o presidente da JpD, Euclides Silva, dá o pontapé de saída num ciclo de conferências que a jota do MpD (poder) pretende promover até o final do ano, como forma de os jovens “participarem na elaboração” do Orçamento do Estado para 2019.

“No orçamento há espaço para se introduzir contributos de jovens de São Vicente, pois a JpD enquanto juventude partidária foi a única a participar nas audições promovidas pelo ministro das Finanças, e levamos um conjunto de contributos nas áreas de formação profissional, estágios profissionais e melhorias do sistema de ensino”, concretizou.

AA/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos