Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Simpósio de ortóptica com participação mais de 100 profissionais de diferentes países – organização (c/áudio)

Mindelo, 05 Jun (Inforpress) – Mais de 100 profissionais e personalidades participam do IV Simpósio Internacional de Ortóptica e Ciências da Visão da Lusofonia que se realiza entre 12 e 15 deste mês, na cidade do Mindelo, informou hoje a organização.

Este encontro, segundo a directora da Escola Superior da Saúde, da Uni-Mindelo, Suelly Reis, avançou à Inforpress, se enquadra nas V Jornadas de Ortóptica e Ciências da Visão da Universidade do Mindelo e surge de uma parceria com a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, Portugal.

“O nosso objectivo é reunir o maior número de profissionais com interesse na saúde da visão, como ortoptistas, oftalmologistas, estudantes e outros, que tem dado contribuições mesmo que indirectas, como médicos, enfermeiros, professores e outros”, explicou a gestora, que garantiu a participação de mais de 100 pessoas, tanto nacionais, como estrangeiros, vindos de países como Brasil, Portugal, Angola, Timor-Leste e Holanda.

Tendo como espaço o Auditório Onésimo Silveira da Uni-Mindelo, de 12 a 15, este Simpósio Internacional de Ortóptica e Ciências da Visão da Lusofonia servirá para reflectir, conforme a mesma fonte, sobre a formação na área na lusofonia, e no caso especial de Cabo Verde e explorar sobre a necessidade de se desenvolver projectos de investigação e de cooperação em matéria de cuidados de saúde da visão.

Pretende-se ainda analisar sobre o exercício profissional neste sector e a regulamentação em Cabo Verde e ainda sobre o papel do ortoptista nos cuidados primários e secundários da saúde e nas equipas multidisciplinares.

Para a directora da Escola Superior de Saúde, esta actividade, que também se enquadra na comemoração do Dia Internacional da Ortóptica, assinalado na primeira segunda-feira do mês de Junho, vai ajudar na projecção dos estudantes, do próprio curso e dos profissionais, quer a nível nacional, como internacional.

Entre os seis painéis, que compõem o simpósio, Suelly Reis destaca o ligado às “Dificuldades de aprendizagem relacionados com a visão”, que contam com a participação de dois oftalmologistas e três ortoptistas brasileiros, que abordarão vários aspectos relacionados com esta temática.

“Neste painel, sobretudo, gostaria de ter a atenção dos profissionais da saúde e não só, por exemplo os professores que lidam diariamente com os alunos, para estarem mais alertas as questões da saúde da visão, aos sinais e sintomas”, assinalou a responsável, chamando atenção dos pais, que igualmente devem reconhecer as dificuldades dos filhos e procurar ajuda atempadamente.

Isto, porque, considerou, em Cabo Verde ainda não há a cultura de se fazer consultas de ortoptistas logo a nascença.

Contudo, para colmatar estas lacunas, os estudantes da Uni-Mindelo têm realizado, segundo a mesma fonte, ensino clínico, tanto nas estruturas públicas de saúde, como nas ópticas privadas, o que, assegurou, tem vindo a “melhorar substancialmente” a qualidade do atendimento a nível da visão.

Durante o evento está previsto ainda um encontro para se definir as linhas orientadoras para tornar a pró-associação numa verdadeira Associação Cabo-verdiana de Ortoptistas, reunião esta que terá a presença do presidente da Associação Internacional de Ortóptica, Jan Roelof Polling.

A abertura oficial do simpósio vai ser presidida pelo ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, que também vai estar presente na inauguração do Centro Clínico Experimental de Ortóptica e Ciências da Visão, que acontece também na próxima quarta-feira, 12.

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos