São Vicente: Proposta do OE 2018 vai introduzir reforma estruturais na sociedade cabo-verdiana – ministro

 

Mindelo, 16 Nov (Inforpress) – O ministro da Economia e do Emprego considerou, no Mindelo, que a proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2018 irá introduzir “reforma estruturais” na sociedade cabo-verdiana a nível do sector empresarial do Estado e da economia.

José Gonçalves, que falava na abertura oficial da 21ª edição da Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), sustentou que “o objectivo último” da proposta de OE visa estimular as forças produtivas privadas e contribuir para a criação de “mais riqueza” e “mais e melhor emprego sustentável” para os cabo-verdianos, em particular para a camada mais jovem.

Ambiciona-se, portanto, referiu a mesma fonte, um orçamento que pretende criar um “ambiente de negócios favorável”, estimular incentivos e “alavancar” instrumentos de financiamento para que a economia possa crescer para além dos 5 por cento (%) no próximo ano, rumo à meta de 7%, conforme consagrado no Programa do Governo.

Tudo isso, apontou o governante, num quadro de “estabilidade económica e financeira” e com um défice orçamental que ronda os 3% do PIB, mitigando, assim, anotou, o “elevado fardo” da dívida pública que disse ter o Governo herdado.

José Gonçalves considerou ainda que a proposta de OE traz ainda “as soluções” de financiamento à economia, definidos que forma as sete prioridades, nomeadamente, transportes marítimos e aéreos, desenvolvimento local e regional, segurança, melhoria do ambiente de negócios e incentivos ao empresariado nacional, financiamento à economia, programas de emergência e inclusão social, regional e de género.

O Orçamento do Estado para 2018 será discutido na Assembleia Nacional ainda no decorrer do mês em curso.

AA/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos