Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Programa de ofertas formativas e estágios profissionais contempla cerca de cinco mil jovens no primeiro semestre – responsável

Mindelo, 02 Out (Inforpress) – O programa de ofertas formativas e estágios profissionais do Governo, cujo balanço do primeiro semestre foi realizado hoje, no Mindelo, contemplou cerca de cinco mil jovens, assegurou a directora-geral do Emprego, Formação Profissional e Estágios Profissionais.

Jaqueline Moniz começou por relembrar que a meta do Governo é de atingir cinco mil jovens, tanto com formações profissionais e outros cinco mil também em estágios profissionais, com total “nunca antes visto” de 318 mil contos de financiamento.

Assim, da avaliação dos primeiros seis meses, com dados de todos o s municípios, conseguiu-se, segundo a mesma fonte, “resultados altamente satisfatórios”, colocando somente no programa de estágios profissionais e estágios empresariais cerca de 1.400 jovens.

“Um grande salto que nós conseguimos efectivamente em pouco espaço de tempo”, assegurou Jaqueline Moniz, adiantando que também já se fez uma actualização até esta terça-feira, cujos resultados mostram estar, até este momento, “perto de 2.500 jovens”.

A directora do sector apontou como exemplo os estágios na área das novas tecnologias, realizados no Núcleo Operacional de Sistemas de informação (NOSI), que conseguiu colocar 49 estagiários, dos quais 23 contratados pelo próprio núcleo e 15 por outras entidades e até com alguns trabalhando em São Tomé e Príncipe.

“Significa que o programa de estágio tem tido um grande impacto na acção e no complemento de formação dos nossos jovens”, asseverou.

No que toca à formação profissional, até 31 de Junho último, foram contemplados, segundo a fonte, cerca de 3.600 jovens, mas a actualização, ajuntou, está agora a comprovar cerca de 5.000 atingidos nos últimos meses.

“Isto mostra que até 31 de Dezembro temos todas as condições, contando com vocês, com cada uma das instituições, de podermos alcançar com tranquilidade os nossos resultados”, defendeu.

Durante a apresentação, que contou com casa cheia no Auditório Onésimo Silveira da Universidade do Mindelo, houve espaço também para testemunhos de vários jovens beneficiados, inclusive Cleidir Fortes, que fez uma capacitação em cozinha, bar e refeitório e que agora pretende, a partir desta sexta-feira, abrir o seu espaço “Pizza, sumos e companhia”, na zona de Bela Vista, periferia da cidade do Mindelo.

Vários exemplos assim apresentados, que, conforme o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, que presidiu o evento, confirmam o “dever” de se colocar o dinheiro do Estado ao serviço de “qualquer jovem que tenha vontade”.

“Cabe ao Estado criar o contorno e preparar as oportunidades, mas cabe a cada um de nós estar preparado para as aproveitar”, ressaltou o governante, para quem “não há nada melhor” do que viver do suor do esforço próprio.

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos