Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Primeiro-ministro visita empresas com foco na dinamização das economias locais, emprego e dinâmica de crescimento

 

Mindelo, 19 Abr (Inforpress) – O Governo aposta no reforço da confiança da classe empresarial rumo à dinamização das economias locais, criação de emprego e de dinâmica de crescimento, disse hoje, no Mindelo, o primeiro-ministro.

Ulisses Correia e Silva ocupou o período da manhã de hoje com vistas a três empresas sediadas em São Vicente, Moave (moagem e comercialização de produtos de primeira necessidade), ICCO (produção de componentes de calçado) e Poutada (fábrica de engenhos de pesca), após visitas idênticas a unidades empresariais nas ilhas do Sal e de Santiago.

O propósito é “entender melhor” o ambiente em que as empresas operam em Cabo Verde e como conceber políticas públicas visando a sua “alavancagem” económica, financeira e comercial.

O primeiro-ministro disse ter constatado em São Vicente um “acréscimo de confiança” já que, precisou, todas as empresas contactadas têm em carteira projectos de expansão da actividade.

“Só expande actividade quem confia nas perspectivas próximas da economia cabo-verdiana”, reforçou Ulisses Correia e Silva, acrescentando que se trata de algo que é “bom” para o crescimento económico, o emprego e o investimento.

“Temos estado a fazer esses encontros também para identificarmos de forma muito prática os constrangimentos e aquilo que pode ser desencravado de imediato”, lançou a mesma fonte, precisando que nesta visita constatou que há de facto a necessidade de resolver problemas.

“Governar não é só fazer reformas, ter políticas públicas e um horizonte de médio-longo prazo, mas é preciso também resolver hoje os problemas existentes”, sintetizou a mesma fonte, que disse ter constatado, igualmente, uma outra “perspectiva positiva” que é a de “uma grande vontade” por parte dessas empresas em contribuir para o desenvolvimento do país.

À classe empresarial mindelense, o primeiro-ministro dirigiu uma mensagem de “reforço de confiança” lembrando o rol de medidas que o Governo tomou já no sentido da dinamização das economias locais, emprego e criar dinâmica de crescimento.

Ulisses Correia e Silva nomeou, a este propósito, a ciração da Sociedade de Capital de Risco, aprovada semana passada com o capital de 500 mil contos, a reestruturação e a previsão de recapitalização do Fundo de Garantia, o lançamento “para breve” de linhas de crédito para pequenas e médias empresas e a reconfiguração do organismo de apoio empresarial, antes ADEI agora Pro-empresa.

Na tarde de hoje, o primeiro-ministro, no quadro da Semana do Sector Privado, visita mais três empresas, Sociave (agro-industria), Vivo Energy (combustíveis) e Urgimed (saúde).

AA/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos