São Vicente: Primeiro-Ministro diz que mar turismo e indústria vão “alavancar” desenvolvimento da ilha

 

Mindelo, 29 Jun (Inforpress) – O primeiro-ministro anunciou hoje um conjunto de projectos em carteira para São Vicente nas áreas do mar, turismo e indústria, capazes de “alavancar” o desenvolvimento da ilha, e reafirmou o “reforço da forte parceria” com a câmara municipal.

Ulisses Correia e Silva discursava, ao fim da manhã de hoje, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de São Vicente, numa sessão de boas-vindas, primeira etapa de uma visita de dois dias à ilha.

Ao falar dos projectos, enunciou a Zona Económica Especial da Economia Marítima, que São Vicente vai colher, financiado pela China, como dos projectos “mais estruturantes” de Cabo Verde em abordagem integrada de um sector, cujo processo já se iniciou e com “compromisso forte” da China.

Na mesma linha, apontou, na lógica de focalização e especialização de São Vicente na economia marítima, vai nascer também, “de forma estruturante”, a escola do mar e o centro de pesquisa oceanográfica e atmosférica.

O terminal de cruzeiro, que “já é uma realidade” na preparação para fechar o financiamento e arrancar com contratos de execução, o programa de reabilitação de habitações e a criação, “ainda este ano”, da Sociedade de Desenvolvimento Turístico de São Vicente (SDTSV) foram ainda outras medidas anunciadas.

“Vamos criar uma SDTSV para dinamizar o sector, ou seja, pela primeira vez está-se a definir São Vicente como um destino turístico”, considerou Ulisses Correia e Silva, que se ocupará de um trabalho integrado para se ter um destino turístico de qualidade que se assente nas valências que a ilha dispõe.

Ulisses Correia Silva anunciou ainda que o Orçamento do Estado para 2018 “estará com verba dotada” para se fazer a asfaltagem da estrada cidade do Mindelo-Baía das Gatas, pelas diversas valências da estrada, acoplado à necessidade de se fazer uma requalificação da estância da Baía das Gatas.

“Há processos em curso ainda de investimentos privados que vão arrancar brevemente porque São Vicente precisa de ter efeitos de investimentos que sejam arrastadores e impulsionadores e que criem confiança nos seus cidadãos, na sua ilha”, concluiu o chefe do Governo.

Ainda ao início da tarde de hoje, o primeiro-ministro, que se faz acompanhar nesta deslocação à São Vicente, pelos ministros da Economia, da Administração Interna e das Infra-estrturas, visitou as instalações da Electra e as antigas instalações da ex-Congel, na Lajinha, tendente a enquadrar/equacionar a proposta de projecto de investimento turístico apresentado pelo grupo Meliã, e as estradas nacionais cidade-Baía das Gatas e cidade-São Pedro.

Na sexta-feira, 30, prevê-se a assinatura de protocolo de entrega de imóveis do Estado ao município, a apresentação pública do pacote legal para a reconfiguração dos perímetros consolidados de São Vicente e a visita aos trabalhos de requalificação urbana realizados pela câmara municipal.

Nesse mesmo dia será apresentado o programa Start-up Jovem, presidido pelo primeiro-ministro, através do evento 3E (Empreendedorismo, Empregabilidade, Emprego), na Câmara Comércio de Barlavento.

Visita aos trabalhos de requalificação realizadas nas casas e nos tectos degradados e a apresentação pública do projecto Zona Económica Especial de São Vicente, são, de entre outros, pontos do programa de visita de Ulisses Correia e Silva a São Vicente.

AA/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos