São Vicente: Primeiro-ministro diz que Baía das Gatas vai ser uma nova centralidade da ilha

Mindelo, 15 Mar (Inforpress) – O primeiro-ministro declarou hoje, em São Vicente, que a estância turística da Baía das Gatas vai ser uma nova centralidade da ilha e com “potencial económico muito grande” para atrair, inclusive, novos investimentos.

Ulisses Correia e Silva, acompanhado da ministra das Infra-estruturas, Eunice Silva, fez na manhã de hoje, a pé, o percurso desde a entrada da Baía das Gatas até o trampolim de adultos e pôde constatar, como disse, uma “grande obra que orgulha” São Vicente, e que “seguramente vai ficar um brinquinho” quando estiver concluída.

“Vai valorizar a Baía das Gatas e é um complemento à primeira intervenção, que foi a asfaltagem da estrada cidade/baía”, prosseguiu o chefe do Governo, que vê a estância turística com “potencial económico”, não só para pequenos negócios como quiosques, mas também para atrair, quer o turismo interno, o internacional e mais investimentos.

“O importante é devolver depois a São Vicente a sua orla marítima mais bonita, e a mais bonita de Cabo Verde, seguramente, depois de trabalhado como está no projecto”, sintetizou.

Na ocasião, a ministra Eunice Silva apontou o final do mês de Abril como a data para a conclusão da obra de requalificação da Orla Marítima da Baía das Gatas, avaliada em cerca de 90 mil contos.

Por outro lado, uma vez que hoje se celebra o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, os jornalistas questionaram o chefe do Governo sobre as acções do executivo para defender os direitos dos consumidores.

Aqui, Ulisses Correia e Silva mencionou o “trabalho feito”, quer a nível da regulamentação económica, que tem “muito a ver” com o controlo do consumo por parte de instituições públicas, como a electricidade e a água, quer a nível do empoderamento das associações de defesa do consumidor.

“Mas há ainda muito trabalho a ser feito nesta área, não só para se ter uma cidadania muito mais exigente, mas que as empresas e os prestadores de serviço também cumpram as regras de boa oferta de serviços”, referiu.

AA/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos