São Vicente: Primeira viagem do Mar d´Canal marcada para hoje as 15:00 – sócio maioritário 

Mindelo, 11 Mar (Inforpress) – O sócio-maioritário da companhia Naviera Armas, proprietária do “Nôs Ferry Mar d´Canal”, Valdemiro Ferreira, garantiu que a viagem inaugural do navio acontece as 15:00 para saída de São Vicente e regresso do Porto Novo as 20:00.

Em nota enviada à Inforpress, Valdemiro Ferreira, explicou que “devido à desinformação causada pelo comunicado do Instituto Marítimo e Portuário (IMP), no dia 08 de Março”, a primeira viagem de reentrada na linha Mindelo/Porto Novo (Santo Antão) fica assim marcada.

Valdemiro Ferreira informou ainda que os bilhetes das viagens já estão à venda e deverá acontecer uma cerimónia inaugural no porto do Porto Novo.

O proprietário do “Nôs Ferry Mar d´Canal” reiterou a legalidade da viagem, já que, ajuntou, o “IMP enganou-se ao cancelar a licença da Naviera Armas com base no Código Marítimo de 2010, isto porque, segundo a nova lei de 2019, as companhias existentes até a data têm dois anos para cumprirem os novos requisitos”.

“Portanto, torna-se ilegal a malograda tentativa do IMP de cancelar a inscrição da Naviera Armas”, advogou Valdemiro Ferreira, adiantando ter sido aconselhado pelos “ mais conceituados juristas” da praça.

Sendo assim, segundo a mesma fonte, não há incumprimento e o navio iniciará as viagens com uma licença temporária.

Valdemiro Ferreira assegurou que o navio “Chiquinho BL” da CV Interilhas, o único que assegura a ligação neste momento, deverá agora subir aos estaleiros da Cabnave para manutenção e o Mar d´Canal entra na linha, que sustentou por mais de 20 anos, para “compensar e servir”.

“A linha São Vicente/Santo Antão exige pelo menos dois navios para garantir a segura e firme continuidade do fluxo económico de cargas e passageiros e a concorrência é absolutamente salutar e necessária para garantir a boa qualidade dos serviços a prestar a nossa gente”, concretizou o empresário, que disse ser um homem da economia marítima há 45 anos e agora quer que o Mar d´Canal seja uma alternativa.

LN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos