Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Presidente da República quer estimular universidades a apostar mais na qualidade (c/áudio)

Mindelo, 23 Nov (Inforpress) – O Presidente da República (PR) disse hoje no Mindelo que quer estimular as universidades a trabalharem no sentido de ganharem muito mais em termos de qualidade e de se transformarem em centros de formação, de investigação de inovação.

José Maria Neves falava à imprensa no término de uma visita ao polo da Universidade Jean Piaget, no Mindelo, após também ter estado na Universidade Lusófona de Cabo Verde.

Segundo o PR, é importante o contributo das universidades para a formação das políticas públicas, para melhorar o debate público em Cabo Verde e, sobretudo, para criar conhecimentos que são recursos estratégicos para o desenvolvimento do País.

No entanto, disse que durante esses encontros constatou que “há uma equação difícil a ser feita no sentido de encontrar mecanismos mais inovadores para o financiamento do ensino superior em Cabo Verde envolvendo as universidades públicas e privadas”.

Conforme salientou, cada uma das universidades têm determinadas áreas que estão mais desenvolvidas e é preciso continuar a trabalhar essas diferentes dimensões sempre no sentido da qualidade da excelência e na busca de internacionalização.

“Se tivermos cursos de referência poderemos atrair o mundo para as universidades cabo-verdianas”, salientou, defendendo que Cabo Verde “pode ganhar muito” se também as universidades se envolverem nas economias criativas.

“Aqui a cultura tem um espaço importante. As diferentes manifestações culturais, desde logo a música, a literatura e a poesia também têm aqui em Cabo Verde um grande espaço de crescimento”, afirmou.

José Maria Neves também defendeu que é preciso encontrar mais parcerias e mais recursos para que as universidades também possam desenvolver a investigação. Isto respondendo à Inforpress que o questionou sobre a pouca investigação científica em Cabo Verde apesar de ser vista como um elemento que contribui para a qualidade.

“A investigação custa caro e muitas vezes as universidades estão mais na área da formação, mas as universidades têm que se transformar em centros de formação, de investigação e de criação do conhecimento e para isso precisamos encontrar a mais parcerias e mais recursos para que também possam desenvolver essa vertente da investigação”, sintetizou.

CD/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos