São Vicente: Polícia Nacional pede moderação para passagem de ano “sem mancha”

Mindelo, 27 Dez (Inforpress) – O comandante regional da Polícia Nacional em São Vicente, João Santos, exortou hoje os mindelenses para que tenham moderação com bebidas alcoólicas, civismo e mantenham a segurança sanitária para uma passagem de ano “sem mancha”. 

Após as festas do Natal que, como assegurou a mesma fonte à Inforpress, decorreram sem quaisquer sobressaltos, o comandante disse que a Polícia Nacional se prepara para o final de ano, “normalmente mais agitado”. 

“Foi um fim-de-semana bem tranquilo, como já era de esperar, porque o Natal, normalmente é de família e as pessoas ficam em casa, mas agora estamos a preparar para o pico das festas que acontece no final de ano”, sustentou João Santos, adiantando que para o dia 31 de Dezembro será recrutado todo o efectivo da corporação, em São Vicente, com mais de 200 policiais. 

A operação fim de ano em segurança incidirá, ajuntou, no centro da cidade do Mindelo e arredores e com maior intensidade, conforme a mesma fonte, nas duas últimas horas do ano e nas primeiras de 2022. 

“É no centro da cidade e zonas de Cruz João Évora, Rotunda de Ribeirinha, Monte Sossego, mas também nas áreas de Avenida Marginal e cais acostável onde se concentram mais pessoas e por isso a nossa actuação será mais forte nessas localidades”, anunciou, garantindo o controlo de segurança através de viaturas, mas, principalmente, a pé “já que a circulação de carros é muito limitada nessas horas”. 

Entretanto, João Santos admitiu que a Polícia Nacional sozinha não consegue fazer tudo e por isso pediu aos mindelenses que festejem com “civismo, espírito de festa, tolerância e moderação no consumo de bebidas alcoólicas para um fim de ano sem mancha”. 

Por outro lado, di-lo o comandante, é preciso neste tempo de pandemia manter o controlo sanitário com uso de máscaras nos lugares de mais aglomeração e ter a vacinação em dia para participar nas festas. 

Conforme o responsável da polícia, ainda aguardam a confirmação da realização da festa da Câmara Municipal de São Vicente na Rua de Lisboa, que deverá arrastar uma multidão para o local, o que exigirá uma intervenção “mais forte” da Polícia Nacional e “mais colaboração” dos sanvicentinos em geral para que “se possa fazer depois um balanço positivo”. 

No dia 31, a Rua de Lisboa deverá receber, como confirmado pela produção da Staff Promo e pela própria edilidade, um espectáculo de final de ano organizado pela Câmara Municipal de São Vicente e que terá como cabeça de cartaz o artista Djodje. 

O presidente Augusto Neves avançou antes à imprensa que vai haver controlo sanitário nas entradas, permitidas somente com a apresentação do certificado ou cartão de vacinas. 

LN/HF

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos