Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Polícia Nacional coloca “Operação Natal” a partir de sábado nas ruas do Mindelo

Mindelo, 12 Dez (Inforpress) – A Polícia Nacional vai colocar em prática a “Operação Natal”, a partir deste sábado, 15, para reduzir a criminalidade e permitir festas “mais seguras e num “ambiente de paz”, informou hoje o comandante do Corpo de Intervenção.

Este plano contará, segundo Madelino da Luz, avançou à imprensa, com todas as unidades que compõem o Comando da Polícia Nacional em São Vicente e vai ser realizado com “carácter preventivo” de forma a garantir, que todos os cidadãos, nacionais ou estrangeiros, residentes ou de passagem pela ilha, possam celebrar o Natal e o final de ano num “ambiente seguro e de paz”.

Neste sentido, conforme a mesma fonte, elaborou-se um conjunto de intervenções, que entram em vigor a 15 de Dezembro e prolongam-se até 04 de Janeiro e que terão como objectivos promover a segurança rodoviária e “aumentar o sentimento de segurança” dos cidadãos através da redução da criminalidade.

No caso específico do trânsito, a PN pretende intensificar a fiscalização e regularização por forma a evitar e prevenir acidentes de viação e a consequente perda de vidas humanas.

No contexto da ordem e segurança públicas vai ser intensificado o patrulhamento auto e apeado, com cães e de bicicleta nas zonas de maior concentração de pessoas e bens na cidade e arredores e ainda nas áreas marítimas e fronteiriças.

A “Operação Natal”, conforme Madelino da Luz, terá um contingente de 235 efectivos, que pretendem intensificar as acções de prevenção, entre as quais rusgas nos estabelecimentos comerciais, controle do uso de álcool na condução e ainda a venda e o consumo de bebidas alcoólicas por menores e permanência destes em locais de diversão.

O responsável aproveitou para deixar os habituais conselhos para a segurança, que deve ser, como sublinhou, uma “preocupação de todos e de cada uma”, de evitar circular com grandes quantias de dinheiro, circular com telemóveis digitando ou com auriculares, deixar residências abandonadas e evitar deixar bens visíveis nos carros estacionados, entre outros.

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos