Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Participantes da regata ARC+ têm “apreciado muito” tours pela ilha – responsável

Mindelo, 18 Nov (Inforpress) – O responsável por trazer a regata ARC+ a Cabo Verde, Stefano Palumbo, garantiu que os participantes do evento têm “apreciado muito” tours pela ilha de São Vicente, que é de “muita paz, segura e ideal para descansar”.

A travessia do Atlântico, que terá como ponto último Santa Lucia, no Caribe, e que normalmente viaja com cerca de cem veleiros, traz dessa vez a Cabo Verde 24 embarcações e menos velejadores, devido à pandemia de covid-19.

Desde sexta-feira já aportam na Marina do Mindelo, em São Vicente, pela quarta vez, numa “etapa boa” para descansar e para fazer uma travessia “mais curta” desde as ilhas canárias, de onde partiu a ARC+, segundo o responsável Stefano Palumbo, avançou à Inforpress.

“Cabo Verde é também um lugar interessante de muita paz e todos os participantes têm apreciado muito a ilha de São Vicente”, ressaltou a mesma fonte, adiantando que todos os dias têm feito tours à volta da ilha, que têm recebido “avaliação positiva” dos participantes.

Além de São Vicente, parte dos ocupantes dos veleiros viajaram esta terça-feira até Santo Antão, que também, ajuntou, tem sido “bem apreciado”.

Nesta deslocação, conforme a mesma fonte, estava agendada uma visita ao cultivo do café e também ver a natureza da ilha.

“A Marina do Mindelo também é um lugar perfeito para as reparações dos barcos. Temos tudo à disposição e as pessoas estão sempre abertas a ajudar os velejadores”, elogiou Stefano Palumbo.

A partida está marcada para esta quinta-feira, 19, após uma estadia de cinco a sete dias destes barcos, que chegaram entre sexta-feira e domingo da semana passada a Mindelo.

A viagem de 12 a 14 dias termina em Santa Lucia, no Caribe, depois de ter passado pelas Ilhas Canárias e Cabo Verde, onde, conforme a mesma fonte, chegaram com testes PCR de covid-19 feitos e onde devem repetir o exame aquando da saída.

A directora administrativa da Marina do Mindelo, Jacqueline Gomes, ressaltou, por seu lado, a importância da vinda da regata para a retoma das actividades do espaço.

“Estávamos em lay-off e este é um regresso que faz com que continuemos com os nossos postos de trabalho”, reiterou a responsável em entrevista à Televisão de Cabo Verde.

Segundo a mesma fonte, a regata também é importante para a ilha toda e desperta o interesse de sectores como de restauração, lavandarias e manutenção que também ganham com essa vinda.

A regata ARC+ faz a travessia de 2020 com 100 velejadores entre noruegueses, suecos, italianos, alemães, franceses e holandeses.

LN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos