São Vicente: Operação Natal e Fim de Ano marcada por dois homicídios e um acidente de viação com vítima mortal

Mindelo, 04 Jan (Inforpress) – O plano operacional Natal e Fim de Ano em segurança realizado pelo Comando Regional da Polícia Nacional em São Vicente ficou marcado por três vítimas mortais, sendo duas de homicídio e a outra de acidente de viação.

O balanço da operação, que decorreu de 13 de Dezembro a 03 de Janeiro, foi apresentado à imprensa, hoje no Mindelo, pelo porta-voz do Comando, Evandro Sousa, que garantiu que, não obstante os dois homicídios, as estatísticas relativas às denúncias reduziram este ano, comparado com o ano passado.

O primeiro caso de homicídio decorreu no dia 24 na localidade de Chã de Alecrim onde um indivíduo de nacionalidade nigeriana foi morto com golpes de uma arma branca, supostamente por um compatriota que no dia seguinte terá se entregado à polícia.

O outro caso refere-se a uma briga entre grupos rivais decorrido na madrugada do dia 01 de Janeiro no centro da cidade do Mindelo, que resultou na morte de um jovem de 21 anos do bairro de Ribeira Bote, também com arma branca.

Neste caso os envolvidos puseram-se em fuga, segundo avançou o comissário Evandro Sousa, mas foram detidos posteriormente pela Polícia Nacional, que já entregou o suspeito ao tribunal.

Um outro caso que marcou o primeiro de Janeiro em São Vicente refere-se a um cidadão de nacionalidade espanhola que foi vítima mortal de um acidente de viação envolvendo uma moto que terá despistado na estrada do Lazareto. A vítima deu entrada no Hospital Baptista de Sousa ainda com vida, mas acabou por falecer no dia seguinte.

Afora esses três casos envolvendo perdas humanas, a Polícia Nacional de São Vicente, no âmbito do seu plano de segurança realizou, segundo o porta-voz, seis operações não rotineiras com incidência no trânsito rodoviário, em buscas policiais, e no policiamento de visibilidade.

Relativamente ao trânsito, a operação resultou na fiscalização de 799 viaturas, tendo sido apreendidas 58 por irregularidades diversas e aplicadas 61 coimas a infractores.

Foram registados ainda, em termos de ocorrência, 29 acidentes de viação, que resultaram em um ferido grave, dez feridos ligeiros e uma vítima mortal.

Quanto ao policiamento de visibilidade, foram abordados 499 indivíduos suspeitos na via pública, dos quais, 134 foram conduzidos às unidades para efeito de identificação e 26 foram detidos para serem apresentados ao Ministério Público, por motivos de suspeita de homicídio, posse de armas e estupefacientes ofensas e danos e por condução ilegal e sob efeito do álcool.

Em termo de produtos de origem criminosa, a Polícia Nacional apreendeu sete armas brancas e uma botija de gaz lacrimogênio em operações policiais.

Evandro Sousa garantiu que em termos de denúncia as estatísticas diminuíram este ano com o registo de 224, que corresponde a 13 denúncias a menos que o ano passado, em que se registou 237.

Durante os três dias em que a Polícia Nacional esteve em greve decorreu um caso de agressão grave com arma branca no bairro de Ilha de Madeira, que contou com a intervenção da Polícia Militar na detenção do suspeito.

A vítima continua hospitalizada e a PN descarta qualquer relacionamento entre este caso de agressão e o homicídio envolvendo jovens no centro da cidade.

O plano operacional Natal e Fim de Ano em segurança, com excepção dos três dias de greve da PN (27, 28 e 29 de Dezembro), contou com o envolvimento de todo o efectivo do Comando Regional de São Vicente.

EC/ZS

Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos