São Vicente: OMS convida a conversar sobre depressão – câmara fecha Rua de Lisboa para diálogo aberto

 

Mindelo, 07 Abr (Inforpress) – A OMS propõe que hoje seja dia de conversa sobre a depressão e, em São Vicente, câmara e Delegacia de Saúde não o fizeram por menos: Rua de Lisboa interditada ao trânsito para se falar da … depressão.

Hoje é Dia Mundial da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) escolheu como lema “Depressão: vamos conversar”, uma doença que afecta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo, de todas as idades e condições sociais.

Assim, das 10:00 às 18:00, sob proposta da Delegacia de Saúde de São Vicente, em parceria com a Câmara Municipal, a rua mais central do Mindelo recebe um Festival de Saúde que objectiva levar “mais e melhor informação” sobre a depressão, mas de uma forma “atractiva e descontraída”.

“Só o facto de fazermos compreender melhor o que é a doença já estamos a ajudar, e é isso que almejamos fazer na Rua de Lisboa, ajudar as pessoas a perceber melhor o que é a depressão”, explicou a psicóloga Denise Lima, da Delegacia de Saúde de São Vicente.

“E vamos fazê-lo de uma forma descontraída e divertida porque isso também ajuda na prevenção da depressão”, ajuntou a mesma fonte, ou seja, especificou, encarar as coisas com “optimismo e positivismo”, para todas as idades, porque se trata de uma doença que afecta todas as idades e todas as classes sociais.

O evento vai mesclar actividades artísticas, culturais e desportivas, mas, sobretudo, colocar em primeiro plano, ao longo do dia, a conversar sobre a depressão como forma de chamar atenção para a doença.

Até porque, indicou a responsável, as faixas etárias mais afectadas neste momento pela doença são os adolescentes e os jovens/adultos, mas também mulheres em idade fértil, principalmente no pós-parto, e os idosos.

Relativamente às actividades previstas, a psicóloga específica que haverá tendas para cada faixa etária (crianças, jovens e adultos), troca de brinquedos para crianças, troca de livros para adolescentes, tenda cuidar da beleza, relaxamento para idosos e outras acções para prevenir quedas nos idosos, entre outras.

As actividades, contudo, estende-se ao Cento Cultural do Mindelo, ali bem perto, com rodas de conversa com profissionais da saúde mental, projecção de filmes e teatro, entre outras, tudo para as pessoas compreenderem melhor o que é a depressão.

“A OMS convida a todos a conversar sobre a depressão no sentido de uma melhor compreensão sobre a doença, para que ela seja encarada com uma patologia que pode ser tratada”, precisou Denise Lima, e, ao mesmo tempo, pedir que se elimine o estigma para que as pessoas procurem ajuda.

“Vamos conversar, porque conversar pode ser o primeiro passo nesse sentido”, concluiu.

AA/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos