São Vicente: Navio Mar d´Canal deverá voltar a viajar provavelmente na sexta-feira – sócio maioritário 

Mindelo, 06 Mar (Inforpress) – O sócio maioritário, Valdemiro Ferreira, assegurou hoje que o navio Mar d´Canal deve voltar a fazer viagens esta semana, “provavelmente” na sexta-feira, para proporcionar aos passageiros da linha São Vicente/Santo Antão um serviço de “mais qualidade”. 

Valdemiro Ferreira, mais conhecido por “Vlú”, disse à Inforpress que ainda não se marcou a data exacta devido à concertação que está a ser feita com as entidades, governamentais e outras, que devem participar da inauguração a acontecer, “provavelmente”, na quinta-feira, 10. 

Logo no dia seguinte, o navio, que esteve inoperacional desde 2019, fará a viagem inaugural e com todos os procedimentos legais cumpridos, depois de ter recebido na passada sexta-feira, 04, o certificado de navegabilidade passado pelo Instituto Marítimo e Portuário (IMP). 

Um momento há muito esperado, após o “Nôs Ferry Mar d´Canal”, como se chama agora, ter saído em Julho de 2021 dos estaleiros navais da Cabnave, onde passou por uma remodelação completa de cerca de um ano. 

Vlú assegurou que o navio tem agora “a qualidade de um cruzeiro”, mas os atrasos para voltar a navegar devem-se ao facto de o navio ter ganho um “motor novo”, que teve de ser alinhado e reafinado. 

“Por ser novo, havia essa necessidade de fazer o alinhamento e afinação dos motores, mas só que os técnicos nacionais não estavam a conseguir fazer isso, então para fazer o alinhamento tivemos de trazer técnicos holandeses e a afinação foi feita por técnicos espanhóis”, sustentou. 

Mas, agora com o impasse ultrapassado, o sócio maioritário promete um regresso com “melhor serviço, mais qualidade”, neste “grande navio” de construção norueguesa e que “ainda tem muito para dar”. 

Questionado sobre à volta ao mercado num momento em que os combustíveis estão sempre a aumentar, Vlu disse não estar muito preocupado com isso porque o Mar d´Canal é um navio com “nível de consumo de combustível baixíssimo”. 

“Não estamos tão preocupados com isso, porque Mar d´Canal é um barco que consome pouco e os nossos custos de motivação não são assim tão elevados”, reforçou o empresário, referindo-se ao investimento feito de “cerca de três milhões de dólares”. 

Para os sócios, asseverou, o mais importante é o navio “estar apto e conservado para navegar por muito mais anos” na rota, Porto Grande-Porto Novo, que serviu antes por quase duas décadas. 

E para isso, Vlu espera contar com o apoio de 19 tripulantes, entre efectivos e estagiários, para prestar muito mais serviços e transportando cerca de 450 passageiros e cerca de 40 viaturas. 

LN/HF

Inforpress/Fim  

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos