São Vicente: Ministro da Família diz que habitação social é “situação mais difícil” na ilha  

Mindelo, 10 Mai (Inforpress) – O ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social considerou hoje, no Mindelo, que a situação mais difícil em São Vicente, no âmbito do seu ministério, é a habitação social, mas que se está a trabalhar na sua mitigação.

Fernando Elísio Freire veio a São Vicente para conhecer os passos que se estão a dar na câmara municipal para a actualização e expansão dos dados do Cadastro Social Único (CSU).

Após uma reunião com responsáveis pela área na autarquia mindelense, revelou aos jornalistas que Governo e Câmara Municipal de São Vicente têm estado a trabalhar “de forma articulada” na mitigação do efeito da problemática da habitação sobre a população.

Ainda na área da habitação, o ministro confirmou que o processo dos 88 apartamentos do complexo habitacional da Portelinha, em São Vicente, já está fechado da parte do Governo.

“A câmara já procedeu à distribuição das moradias e neste momento está-se a tratar a questão do ramal de electricidade para as pessoas começarem a habitar os apartamentos”, clarificou.

Sobre a situação do CSU na ilha, Fernando Elísio Freire disse que neste momento São Vicente tem 40 por cento (%) das famílias inscritas no cadastro e 44% da população geral, mas que o objectivo é atingir os 100%, tanto em agregado familiar como da população.

Por isso, precisou, o Governo está a desenvolver um projecto no montante de um milhão de dólares para se proceder à actualização, mudança/ajuste de parâmetros do cadastro e a expansão, a nível nacional, em que o “impacto maior” será nas ilhas de São Vicente, Boa Vista e Sal, e na Praia.

Trata-se, indicou, de municípios onde o nível de inscrição da população, no geral, não se referindo à população pobre ou extremamente pobre, já que a nível nacional o objectivo está cumprido, mas sim de atingir toda a população para que haja políticas sociais “cada vez mais eficazes e focalizadas nas pessoas que efectivamente precisam”.

O ministro indicou que discutiu hoje com a câmara os mecanismos para se fazer essa actualização, expansão e ajuste/mudança de parâmetros na focalização dos grupos de famílias em São Vicente e em todo Cabo Verde.

Com esta visita hoje ao serviço do CSU da câmara de São Vicente, o ministro Fernando Elísio Freire cumpriu um programa, que o levou ainda à ilha de Santo Antão, com uma agenda voltada para Segurança Social, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Segurança Social.

AA/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos