Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Liga Contra Cancro realiza primeiro curso de enfermagem em Oncologia

Mindelo, 22 Out (Inforpress) – A Liga Cabo-verdiana Contra o Cancro (LCCC) realiza entre hoje e quarta-feira o primeiro curso básico de enfermagem oncológica que capacita 30 enfermeiros das várias estruturas de saúde, no Mindelo, a “tratar melhor” o doente e familiares.

A LCCC decidiu tomar esta iniciativa, segundo a presidente da instituição, Conceição Pinto, uma vez que os enfermeiros nacionais recebem várias formações em outras matérias, mas até agora não havia em Oncologia.

Sendo assim, este primeiro curso básico de enfermagem oncológica mostra-se pertinente, segundo a mesma fonte, tendo em conta a importância do enfermeiro, em termos de assistência aos doentes e também aos familiares.

“Sabemos que quando falamos de cancro, estamos a falar de uma doença grave, tem um efeito devastador tanto no doente, do ponto de vista físico e psicológico, mas também os familiares”, disse a responsável da liga, para quem quanto “melhor capacitado estiver o enfermeiro, melhor poderá tratar o doente e apoiar os familiares com informação e a resolver determinados problemas”.

A formação é assim destinada a 30 enfermeiros de todas as estruturas de saúde de São Vicente e ainda a alunos de enfermagem, na medida em que, ajuntou, o doente oncológico vai acabar por precisar de assistência de enfermagem, enquanto está internado, mas também quando está no domicílio.

O curso, que acontece na Delegacia de Saúde de São Vicente, é ministrado pelo enfermeiro especialista em Oncologia do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto (Portugal), Leonardo Barreira.

Este profissional, segundo Conceição Pinto, é uma pessoa com “muita experiência e que conhece a realidade de Cabo Verde e, portanto, está capacitado para ajustar a formação às necessidades dos enfermeiros locais”.

O enfermeiro português considerou, por seu lado, que Cabo Verde ainda está na fase inicial do tratamento e, por isso, os profissionais da enfermagem devem estar capacitados para cuidar dos doentes com cancro, ter capacidade para dar indicações ao diagnóstico precoce e acompanhar o doente durante todo o percurso.

“E isto implica gostar do que fazemos e saber o que fazemos, é muito simples”, sentenciou Leonardo Barreira, para quem o enfermeiro pode “melhorar muito” o tratamento de um doente com cancro.

Algo que pode ser feito “através do conhecimento e com meios”, lançou a mesma fonte, que espera ser o “gatilho” para o começo deste processo nos colegas.

“Se atingirmos um patamar de excelência naquilo que fazemos, os doentes vão nos agradecer e com certeza a sociedade vai nos reconhecer”, concretizou.

O curso que decorre no Mindelo entre hoje e quarta-feira, 24, insere-se nas actividades da LCCC para assinalar Outubro, mês de luta contra o cancro da mama, que juntamente com o cancro de útero, representam mais de 50 por cento (%) dos casos desta doença em Cabo Verde.

LN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos