Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente/Kavala Fresk: Admilson Guilherme e Nuno Fonseca vencem prova de corrida e natação (c/áudio)

Mindelo, 25 Jul (Inforpress) – Os jovens Admilson Guilherme e Nuno Fonseca venceram a prova de dupla com natação e corrida realizada hoje, na praia da Laginha, no Mindelo, enquadrada na programação do último dia do Kavala Fresk Feastival.

Num percurso, primeiro, de natação de mil metros e depois 1.600 metros de corrida na areia, os dois jovens foram os primeiros a cortar a meta da prova de ‘duathlon’, que contou com a participação de mais duas duplas, incluindo uma criança de apenas sete anos.

Admilson Guilherme, natural de Santiago, disse ter sido uma boa prova, resultado dos seus treinos diários na Laginha, tanto de corrida como de natação.

“Esta é que a força, motivando a mim mesmo, não há patrocínio, mas sempre faço com a minha moral e de cabeça erguida”, sublinhou a mesma fonte, que lamenta a falta de mais atletas.

Nuno Fonseca, sanvicentino que dedicou a vitória à filha que completou dez anos neste sábado, também ressaltou a questão de incentivos para mais jovens practicarem natação.

O segundo lugar ficou com a dupla Marino dos Santos e Ailton Andrade e os terceiros foram Leonardo e Daniel Leão, este último de apenas sete anos.

Daniel Leão disse ter sido incentivado pelo primo Leonardo, mas, foi um “pouco difícil” correr na areia devido ao sol, mas “gostou muito” e quer participar de uma próxima vez.

Da parte da organização do Kavala Fresk Feastival, Conceição Delgado considerou que a nona edição “com um mesmo formato, mas a mesma essência” foi um “desafio”, que, acredita, conseguiram superar.

“Com a informação que recebemos da parte de parceiros, da parte de agentes culturais e económicos envolvidos, restaurantes e atletas e associação da natação, acreditamos que o impacto imediato do Kavala Fresk Feastival foi atingido, que foi de chamar atenção para formas diferentes de organizar actividades e trabalhar nesta pandemia respeitando as regras”, ressaltou.

Por outro lado, ajuntou, conseguiram incluir desportos náuticos, como a prova de ‘duathlon’ realizada em parceria com a Associação de Natação de São Vicente, “bom tanto para a saúde, como para preparar atletas para participaram a nível internacional”.

A escolha de Laginha , em vez de praia de Alfândega, na Avenida Marginal, como tem sido costume, deve-se, segundo a mesma fonte, por ser uma “praia ampla” e que permitiu respeitar todas as regras sanitárias impostas pelas autoridades.

Conceição Delgado admitiu que poderão levar esta experiência para as próximas edições, ainda mais com a “incerteza” da pandemia.

“Este foi um desafio para o qual adaptamos todo o Kavala Fresk e a nível do impacto imediato foi bem conseguido e da questão sanitária e é um modelo que, possivelmente, já que não sabemos quanto podemos passar com esta situação, poderá ser adaptado a outras actividades e outros eventos, que virão”, considerou.

A organização do festival da cavala deverá ainda hoje, último dia do evento realizado desde sexta-feira, entregar o prémio de “Kavala mais sab” (prato de cavala mais saboroso) distinguido na ementa dos 16 restaurantes que constam do roteiro gastronómico.

LN/CP

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos