São Vicente: JPAI realiza encontro com jovens e cabeças-de-lista do PAICV às autárquicas

Mindelo, 14 Ago (Inforpress) – A Juventude do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (JPAI) realiza hoje um encontro alargado com jovens e com os candidatos cabeças-de-lista do PAICV às autárquicas em São Vicente.

Conforme o presidente da JPAI, Fidel Cardoso de Pina, o encontro vai acontecer no auditório da Universidade do Mindelo e pretendem ouvir as razões por detrás da candidatura de Albertino Graça à Câmara Municipal de São Vicente (CMSV) e de Leila Barros à Assembleia Municipal (AM) de São Vicente.

Segundo o responsável, o evento que contará com a participação do presidente da Comissão Política Regional (CPR) do PAICV na ilha, Alcides Graça, servirá para os candidatos absorverem ideias para a plataforma eleitoral.

“Claramente querem mais investimento no desporto, que deixa muito a desejar em São Vicente, investimentos a nível da formação e queremos um maior envolvimento da CMSV com as associações comunitárias”, disse Fidel Cardoso de Pina, lembrando que as associações comunitárias tiveram um papel “muito importante” para as populações nessa pandemia.

Para a mesma fonte, porque o PAICV nunca foi poder em São Vicente, “é chegada a hora de dar uma oportunidade” ao partido que tem um candidato, que tem “um grande percurso desportivo, um grande empresário e com um grande percurso académico e na sociedade civil” e que pode trazer “uma mais-valia para São Vicente e uma nova forma de governar”.

Fidel Cardoso de Pina também diz-se confiante de que jovens vão integrar as listas à CMSV e à Assembleia Municipal. Até porque, lembrou no último congresso a JPAI apresentou uma proposta de paridade etária em que recomenda que 40 por cento (%) dos candidatos nas listas, a nível local e central, sejam pessoas com idades até os 35 anos.

“Nós temos as eleições autárquicas que serão, obviamente um teste. Poderemos não chegar aos 40% mas, é uma ambição ter jovens nas listas até porque 63,4% da população cabo-verdiana é jovem e mais de 50% deles tem menos de 30 anos”, revelou a mesma fonte, para quem “já há bons sinais inclusive com os mandatários para a juventude, alguns deles são dirigentes da JPAI”.

“É preciso que haja jovens nas listas para vereação e para deputação porque os jovens entendem os jovens. Queremos que haja um equilíbrio entre a experiência, o percurso com a ousadia, a ambição e a dinâmica”, arrematou o presidente da JPAI.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos