São Vicente: Investigadores brasileiros querem “estreitar ainda mais” as parcerias com a Uni-CV – coordenador (c/áudio)

Mindelo, 13 Nov (Inforpress) – Um grupo de investigadores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Brasil, está de visita ao Campus da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) em São Vicente, para reforçar as parcerias e alargar “ainda mais” a colaboração institucional.

Esta vinda ao arquipélago, conforme informações avançadas à Inforpress pelo coordenador do programa de pós-graduação em ciências marinhas tropicais da UFC, Marcelo Soares, surge no sentido de se “consolidar” o que se começou em semestres anteriores, em que leccionaram disciplinas através de vídeo-conferência, e para dar continuidade a alguns projectos de pesquisa já em curso.

“Nós vamos também entrar em contacto com os grupos de pesquisa daqui para prospectar e entender melhor as linhas que a Uni-CV está desenvolvendo e passar isso para os nossos colegas, que ficaram lá em Fortaleza”, explicou o responsável, que espera a partir disso “elaborar melhor” essa forma de parceria para pesquisas e aulas.

Conforme realçou, em seguida irão ver um mecanismo para tornar essa colaboração permanente, em que todos anos possam vir com grupos de professores a Cabo Verde.

Assim, com esta visita que acontece em São Vicente de hoje a 15, e depois na Cidade da Praia, pretendem, segundo o investigador, colaborar com as áreas ligadas ao mar, mas também, “servir de ponte” para outros campos e áreas de ensino, ministradas na UFC.

“A UFC tem muito interesse em geral de colaborar com Cabo Verde”, assegurou.

Esta disponibilidade, que “agrada muito” ao vice-reitor da Uni-CV, António Varela, que recebeu a equipa na reitoria no Mindelo, nesta manhã, garantiu que a universidade “procura sempre” parceiros, que “contribuam para o seu desenvolvimento”.

“A ideia é que estando eles aqui poderão então ver quais as áreas em específico para termos melhor colaboração futuramente”, lançou, adiantando que isto tem vindo a acontecer com outras universidades brasileiras.

Mas no caso da UFC, mostra ser de “muito interesse”, ajuntou, tendo em conta a experiência desta na área da oceanografia e das ciências marinhas, mas, também em relação às questões ambientais, devido à própria localização desta região brasileira, que também vive situações de escassez de chuva.

Os três investigadores, Marcelo Soares, Carlos Teixeira e Rodrigo Maggioni, deslocaram-se depois à Faculdade de Engenharia e Ciências da Mar da Uni-CV para encontro com o grupo disciplinar de ciências biológicas e logo à tarde proferem também palestras nesta mesma temática.

Na estadia em São Vicente, que se prolonga até quarta-feira, a equipa brasileira visitará ainda o Centro Oceanográfico do Mindelo e a fazenda de camarões e na quinta-feira deslocam-se à Cidade da Praia para encontros e palestras no Campus do Palmarejo.

LN/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos