São Vicente: Inauguração do Banco de Leite Humano do HBS é um “momento de alto significado” – ministro (c/áudio)

Mindelo, 01 Set (Inforpress) – O ministro da Saúde assegurou que o Banco de Leite Humano do Hospital Baptista de Sousa (HBS), no Mindelo, hoje inaugurado é um “momento de alto significado” e que se reveste de “enorme simbolismo”.

Arlindo do Rosário, que presidiu à cerimónia de inauguração na manhã de hoje da estrutura instalada na maternidade do HBS, admitiu ser este um “momento de alto significado”, o alcançar de mais um “marco relevante” na trajectória que o País tem realizado com vista a “redução gradual, consistente e sustentada da mortalidade infantil e de melhoria dos cuidados nutricionais dispensados às crianças, sobretudo, no primeiro ano de vida”.

Por outro lado, sustentou o governante, o acto também é de “enorme simbolismo”, na medida em que é “expressão de um misto de valores e sentimentos”, entre os quais, enumerou, amor, inclusão cidadania e da universalidade na prestação de cuidados de saúde a todos os cidadãos, em todas as idades e em todas as vertentes.

Mais ainda, asseverou a mesma fonte, a inauguração revela o valor da solidariedade e a cooperação entre os povos, neste particular a cooperação entre Cabo Verde e o Brasil.

Isto porque, a infra-estrutura é o resultado de uma cooperação técnica entre o Governo de Cabo Verde, a Unicef e o Governo do Brasil, enquadrado no Programa Executivo de Acordo Básico de Cooperação Técnica e Científica, assinado em 2008, para implementação do projecto “Apoio Técnico para Implantação de Banco de Leite Humano em Cabo Verde”.

Um acordo que permitiu ao arquipélago acolher o primeiro banco de leite materno, com o apoio da Agência Brasileira de Cooperação, em África, fundado em 2011 no Hospital Agostinho Neto, na Cidade da Praia, e agora ter o primeiro da zona de Barlavento.

O serviço, afiançou o ministro, juntamente com outras estratégias implementadas, nomeadamente, a iniciativa dos hospitais amigos da criança, a aplicação do Código de Comercialização de Substitutos do Leite Materno, o aumento da cobertura pré-natal, do parto, a melhoria na atenção ao recém-nascido, o aumento da cobertura vacinal, tem contribuído para que Cabo Verde tenha hoje uma taxa de mortalidade infantil situada em 10/1000 nascimentos.

O ministro da Saúde adiantou ainda que o Governo vai continuar a trabalhar na promoção do aleitamento materno exclusivo até aos seis meses criando através de medidas legislativas um ambiente favorável.

Daí que, sublinhou, existe uma proposta de lei para estender a licença de maternidade para três meses, já em discussão no parlamento e que aguarda a sua aprovação na especialidade, sendo, “sem dúvida”, um “bom exemplo do compromisso do Governo para com a saúde e em particular com a saúde das crianças”.

O director clínico do HBS, Paulo Almeida, por seu lado, acredita que a partir de agora o hospital está em condições de resolver problemas derivados da falta de leite e proporcionar melhor saúde aos recém-nascidos e “inclusive, salvar vidas”, sustentou o responsável, prometendo tudo fazer para que a unidade dê o contributo desejado à população.

Também a represente da Agência Brasileira de Cooperação, Anna Perez, incidiu só à questão de o banco permitir salvar vidas e por isso, considerou, é uma “alegria e privilégio” ter contribuído com todos os profissionais para esse fim.

O banco de leite, segundo a coordenadora do Programa Nacional de Nutrição, Irina Spencer, afigura-se, sobretudo, como um “centro de apoio” a todas as mães, tanto internadas, como as com recém-nascido em casa, sendo que “75 por cento” dos seus objectivos é trabalhar na promoção, protecção e apoio ao aleitamento materno.

A unidade, conforme a mesma fonte, deverá estar em pleno funcionamento a partir de 08 de Setembro, sendo que os próximos dias vão ser utilizados para treinamento do pessoal, através de especialistas brasileiros.

LN/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos