Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Governo aprova lei que cria a Universidade Técnica do Atlântico e respectivos estatutos

Mindelo, 16 Out (Inforpress) – O Governo aprovou esta terça-feira, em reunião de Conselho de Ministros, realizada no Mindelo, o projecto do decreto lei que cria a Universidade Técnica do Atlântico e os respectivos estatutos, instituição que estará sediada em São Vicente.

Conforme o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, a criação da Universidade Técnica do Atlântico complementa o projecto da Zona economia Especial para a Economia Marítima, que abarca uma parte do ensino superior, de formação profissional e de investigação.

“Cabe à Universidade Técnica do Atlântico concretizar esta visão, que é desenvolver um sistema educativo capaz de proporcionar o saber e conhecimento necessários à economia e à formação integral de uma verdadeira economia marítima nesta região, reorganizar o modelo de ensino superior”, explicou Fernando Elísio Freire, indicando que a Universidade Técnica do Atlântico terá uma reitoria, uma escola do mar e será “totalmente autónoma”.

A mesma fonte avançou que, até Dezembro, o Governo designará uma comissão instaladora para criar esta universidade que terá quatro unidades orgânicas: uma delas estará ligada ao ensino superior de ciências e tecnologias agrárias, outra à indústria aeronáutica e do turismo, outra às artes e à cultura e a última ligada às engenharias e à ciência do mar.

Essas quatro unidades, ressalvou o ministro, darão corpo à estratégia do Governo de autonomizar a Universidade Técnica nesta região e vão permitir que o país tenha “dois grandes centros do saber”.

Tudo isso, ajuntou, com o objectivo de “melhorar o sistema educativo, promover o país e ser cada vez mais competitivo”.

Igualmente, o Conselho de Ministros aprovou a resolução que determina a transferência do património que neste momento está afecto à Faculdade de Engenharias e Ciências do Mar da Universidade de Cabo Verde à Universidade Técnica do Atlântico e à escola do mar, que nela será criada.

CD/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos