São Vicente: Federação quer massificar prática da esgrima em Cabo Verde (c/áudio)

Mindelo, 29 Dez (Inforpress) – O director técnico da Federação Nacional de Esgrima, Rui Fortes, disse hoje à Inforpress, no Mindelo, que a federação tem um programa ambicioso para massificar a prática de esgrima em Cabo Verde.

Rui Fortes, que falava após o término do primeiro Open de esgrima realizado em São Vicente, disse que com esse programa a federação quer combater o tabu de que a esgrima é um desporto somente para as camadas privilegiadas.

“É verdade que os materiais têm um custo porque são materiais específicos, mas este projecto de massificação de esgrima em Cabo Verde vai provar que é possível a prática da esgrima por todos, com apoio institucional, com um trabalho organizado e científico da parte metodológica tanto da administração desportiva como da prática do desporto”, garantiu.

Sobre o Open de esgrima, cujos campeões foram Leonardo Ramos e Hadija Bento, que foi a campeã de juniores feminino, Rui Fortes considerou positivo.

“Foi muito positivo porque conseguiram mostrar um nível de desenvolvimento técnico maior do que o esperado. Os atletas tiveram um desempenho incrível, mesmo porque já demonstraram alguma maturidade técnica neste ano e um pouco de prática da esgrima”, observou.

Para Leonardo Ramos, que venceu na final José Gomes por 15 -10 (toques), foi uma competição interessante, uma brincadeira mais relaxada porque fazem parte da mesma escola.

“Eu espero que esta competição atraia mais pessoas para a prática de esgrima em São Vicente e que as próximas competições, como a nacional, sejam mais competitivas”, prognosticou.

Por sua vez, a campeã de juniores feminino Hadija Bento, afirmou que “foi difícil ganhar”, no seu escalão, porque “esgrima exige muita paciência”.

“Somos os primeiros atletas de esgrima e isso exige mais responsabilidade. Aproveito para apelar à participação de outras pessoas porque é um desporto novo em Cabo Verde, mas é bonito para ambos os sexos”, declarou, mostrando-se orgulhosa por se sagrar campeã.

O primeiro Open de esgrima de São Vicente, que decorreu no pavilhão da Faculdade de Educação e Desporto da Universidade de Cabo Verde, no Mindelo, teve a participação de seis atletas.

Foi organizada pela Associação de Esgrima de São Vicente em parceria com a Federação Nacional de Esgrima.

CD/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos