Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Esgoto põe Câmara Municipal e Frescomar de costas viradas

 

Mindelo, 18 Out (Inforpress) – Meio milhar de trabalhadores da conserveira Frescomar juntou-se hoje de manhã frente à Câmara Municipal de São Vicente para exigir a religação do esgoto à rede municipal, que a autarquia cortou na quarta-feira.

A conserveira de produtos da pesca paralisou hoje e fala num prejuízo de 11 milhões de escudos, tudo por conta de um braço-de-ferro com a autarquia, com origem na ligação do esgoto industrial da fábrica na rede doméstica.

A câmara municipal afirma que o esgoto tem de ir directamente para a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), quando a Frescomar insiste em encaminhá-lo para a rede doméstica, o que a autarquia não aceita, alegando tratar-se de um produto com características específicas, susceptível de criar problemas na rede.

A vereadora do Ambiente, Carla Monteiro, explicou hoje tratar-se de pressão da parte da Frescomar e afirmou que a decisão, irreversível, é do colectivo camarário.

Por seu lado, o director-geral da Frescomar, José Luís Mosteiro, disse que enquanto a autarquia não normalizar a situação a fábrica irá manter-se fechada, por ausência de condições laborais para os seus 1200 trabalhadores.

O problema do esgoto nos arredores da Frescomar, que se situa no Lazareto, já dura há anos, motivando inclusivamente manifestação dos moradores da localidade e um processo-crime no tribunal de São Vicente contra a autarquia.

AT/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos