São Vicente/Covid-19: Primeiro-ministro deseja Dezembro “bem controlado” e “sem festas” (c/áudio)

Mindelo, 01 Dez (Inforpress) – O Governo vai anunciar nos próximos dias um conjunto de recomendações para toda a população face à quadra festiva que se aproxima, “sem festas” como habitualmente, “nem de rua, nem particulares”, devido à pandemia da covid-19.

Em entrevista à Inforpress, no Mindelo, Ulisses Correia Silva disse que não está a pensar em restrições para o mês de Dezembro, mas sim em recomendações sobre festas, ajuntamentos e aglomerações para toda a população, independentemente do estado da situação da pandemia em cada ilha.

“Nas ilhas onde se está em estado de calamidade como Santiago e Fogo, a ideia é reforçar, mas temos tido algum recrudescimento em São Vicente, e é preciso uma atenção especial”, concretizou o primeiro-ministro, que lembrou que na quadra festiva a tendência normal é festejar, juntar a família.

“Mas há que ter cuidados, usar sempre máscara e garantir que a protecção esteja assegurada, esta é a missão de cada um, que deve cumprir a sua parte, já que ninguém o pode fazer pelos outros”, concretizou Ulisses Correia e Silva.

A ideia, precisou, é garantir “um bom controlo” para não haver problemas maiores em Janeiro, porque se Dezembro for “bem controlado”, reforçou, haverá condições para baixar ainda mais o nível.

“Mas não poderemos ter festas como tem sido hábito, nem de rua, nem particulares, porque ainda estamos sob efeito da pandemia”, finalizou o primeiro-ministro.

Os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, na tarde de segunda-feira, 30 de Novembro, indicaram mais 14 casos positivos da covid-19 em Cabo Verde, num total de 119 amostras, e 100 pessoas consideradas recuperadas.

De acordo com o boletim informativo de Ministério da Saúde, os 14 novos caso foram confirmados na Cidade da Praia (1), Ribeira Grande de Santiago (1), Santa Catarina (1), e São Vicente (11).

Conforme a mesma fonte, os 100 recuperados registam-se na Cidade da Praia com 25, Ribeira Grande de Santiago dois, Santa Catarina dois, Santa Cruz dois, São Lourenço dos Órgãos um, São Filipe 26, Mosteiros 11, Santa Catarina do Fogo três, Paul oito, Porto Novo um e São Vicente 19.

Com esses dados, Cabo Verde passa a ter 324 casos activos, 10.329 pessoas recuperadas, 105 óbitos, um óbito por causas externas e dois transferidos, perfazendo um total acumulado de 10.761 casos positivos.

As autoridades continuam a reforçar o apelo para que as pessoas cumpram o distanciamento social, usem máscaras e pratiquem a higiene das mãos, como forma de evitar a prorrogação do vírus.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AA/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos