São Vicente: China vai financiar construção de 88 habitações sociais na zona de Portelinha

Mindelo, 30 Jan (Inforpress) – O Governo chinês vai financiar a construção de 88 habitações na zona de Portelinha, em São Vicente, que resultam de um compromisso assumido em 2016 entre os dois países e cujas obras devem arrancar ainda neste ano.

O empreendimento, conforme anunciou o Governo cabo-verdiano em nota de imprensa, será composto por 88 apartamentos, equipados com instalações de electricidade, água, vias e drenagem e divididos em 11 blocos e será ainda contemplado com espaços verdes, parque infantil e parque de estacionamento.

Os acordos técnicos e económicos para a implementação do “projecto de ajuda a Cabo Verde” foram assinados, nesta terça-feira (29), pela ministra das Infra-estruturas, Eunice Silva, que afirmou ser esta “mais uma prova do empenho do Governo na eliminação das casas de lata na ilha de São Vicente e consequente melhoria das condições habitacionais dos mindelenses”.

A construção destas habitações, cujo arranque das obras está previsto ainda para este ano de 2019, resulta, segundo a mesma fonte, de um compromisso assumido em 2016 pelo Governo da China, aquando da visita do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, àquele país.

O projecto-piloto da Portelinha, que é actualmente uma zona de casas de lata e habitações precárias, deverá ser seguido, conforme se pode ler no documento, de outros projectos de habitação social nas ilhas de São Vicente e Santiago.

LN/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos