Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Centro Cultural do Mindelo apresenta recital de voz e violão com Bau e Bertânia Almeida  

Mindelo, 19 Jan (Inforpress) – O Centro Cultural do Mindelo apresenta neste sábado, 23, um recital de voz e violão com Bau e Bertânia Almeida, que pretende realçar a importância telúrica da morna juntando duas gerações, anunciou o director do centro.

António Tavares explicou à Inforpress que o recital “Amorna Morna” pretende assim presentear o público com um “dueto muito bonito”, destacando “toda a telúrica da morna”.

Isto porque, segundo a mesma fonte, traz Bau que “revela a sua dimensão como músico que viveu a morna nos seus tempos áureos e teve o privilégio de acompanhar grandes artistas, dos mais antigos”.

Por outro lado, ajuntou, conta com a “belíssima voz” de Bertânia Almeida, da geração mais nova, “mas que, ainda assim, não deixa de mostrar o lado telúrico da música cabo-verdiana, no caso, a morna”.

“É uma possibilidade de mostrar a morna em qualidade e mestria, mas também com novas abordagens”, considerou António Tavares, para quem o facto de juntar duas gerações só mostra “a importância telúrica que a morna tem até agora”.

Além do recital, o Centro Cultural do Mindelo (CCM) contempla na sua programação outros concertos, entre os quais o “Jazz Verde”, que acontece no dia 28 e contará com as participações de Kizó Oliveira, Ze Paris, Éder Mota, Vando Pereira e Reginaldo César Cruz.

“O Jazz Verde está ancorado na música como pensamento emergente, mas com mestria universal. É como estar em Cabo Verde e ver todos os lugares do mundo”, sublinhou o director do CCM.

Entra ainda na agenda a rubrica “Grandes Concertos”, que traz a cantora residente na ilha do Sal Sadia Youssouf e o grupo HP, do Mindelo, permitindo, segundo a mesma fonte, uma interligação entre as ilhas.

“É uma forma de enriquecer pela diferença”, explicou António Tavares.

Contam-se com outras actividades como “Beija Mindel”, que a 23 de Abril propõe um “Lanche-convívio” para os seniores, com a participação do grupo mindelense “Los Angeles Negros”.

António Tavares garantiu que em todos esses eventos as regras sanitárias estão asseguradas, como uso de máscaras, álcool gel e limitação dos espaços.

E apesar de São Vicente estar em situação de contingência, a cultura, segundo a mesma fonte, não pode parar.

“A arte e cultura é o primeiro remédio, que devemos tomar para fortalecer a alma para enfrentar essa realidade que temos pela frente”, sublinhou.

LN/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos