São Vicente: “Ceia do Senhor” marca início do tríduo pascal na Pró-Catedral Nossa Senhora da Luz

 

Mindelo, 12 Abr (Inforpress) – As festividades religiosas da Páscoa, que se celebram durante três dias na Igreja Católica, o designado tríduo pascal, inicia-se nesta Quinta-Feira Santa na Pró-Catedral Nossa Senhora da Luz, no Mindelo, com a celebração da “Ceia do Senhor”.

Através da instituição eucarística e sacerdócio decorrem ainda a cerimónia de lava-pés (símbolo da caridade cristã) e a adoração do Santíssimo Sacramento.

Na Sexta-Feira Santa, a Paróquia de São Vicente celebra a paixão de Cristo com liturgia da palavra, adoração da cruz e o sagrado sacramento.

No sábado não haverá nenhuma celebração porque, segundo explicou Dom Ildo Fortes, é momento de vigília pascoal, e no domingo haverá a celebração da ressurreição de Cristo.

Entretanto, a Pró-catedral Nossa Senhora da Luz acolheu na noite de terça-feira, 11, a missa crismal da Páscoa, na qual os sacerdotes de todas as paróquias das cinco ilhas da diocese renovaram os votos sacerdotais.

A missa, que foi presidida pelo bispo Dom Ildo Fortes, enquadra-se nas comemorações da Semana Santa da Páscoa e é um dos pontos mais altos das celebrações na igreja catedral.

Nela é benzido o óleo santo do crisma que posteriormente é distribuído a todas as paróquias para ser utilizado em eventos como baptismo, crisma ou mesmo na ordenação de padres e bispos e na consagração das igrejas.

Segundo explicou Dom Ildo Fortes, a missa crismal, que geralmente é celebrada na Quinta-Feira Santa, em todas as dioceses do mundo, teve de ser antecipada para esta terça-feira na diocese do Mindelo, para que todos os sacerdotes das cinco ilhas tivessem a oportunidade de participar do evento e de estarem posteriormente nas referidas paróquias a celebrar a tríade pascal.

A missa crismal, que contou com a participação de fiéis de todas as paróquias da ilha de São Vicente, para além da bênção aos óleos santos da cura e a consagração do óleo do crisma, ficou marcada, também, pela renovação dos compromissos de fidelidade à missão, assumidos por todos os padres das paroquias da diocese.

Nesta Páscoa, o bispo da diocese do Mindelo convidou os fiéis a reflectir sobre a vida de Jesus Cristo que, segundo diz, “está vivo em nós”, e é porque ele vive que os homens podem ter uma vida com “mais dignidade e com maior esperança”.

“O mundo de hoje tem enfrentado dificuldades tremendas, que parece escolher mais a morte, a dor e a violência do que a vida, e isso é fruto do pecado e do afastamento de Deus”, considerou o chefe da diocese do Mindelo, que realçou a importância da celebração da Páscoa para chamar a atenção das pessoas para a renovação dos conceitos de Cristo, para uma vida com “maior respeito pela dignidade humana”.

EC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos