Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Ligação marítima com Santo Antão será retomada gradualmente e com segurança – Augusto Neves

Mindelo, 05 Mai (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, considerou que com “todas as condições e todos os cuidados” a retoma da ligação marítima São Vicente/Santo Antão virá “gradualmente e com segurança”.

O responsável abordava essa questão durante uma conferência realizada na manhã de hoje, no Mindelo, para falar de assuntos relacionados com o combate ao covid-19.

Augusto Neves assegurou que a retoma da ligação da ilha com Santo Antão esteve em pauta numa reunião realizada nesta segunda-feira com o ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, esperando que isso aconteça com “alguma brevidade”.

“As ilhas não podem viver de uma forma separada, mas teremos que ter toda a cautela para evitar problemas”, considerou a mesma fonte, para quem com “todas as condições e todos os cuidados, a retoma da actividade virá gradualmente e com segurança”.

O presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), Orlando Delgado, defendeu, por seu lado, na segunda-feira, 04, a “reabertura urgente” da linha marítima Santo Antão/São Vicente tendo em conta a inexistência de casos de covid-19 nas duas ilhas.

“Esperamos que o reatamento das ligações se faça o mais breve possível porque são duas ilhas que dependem uma da outra”, disse Orlando Delgado, que destacou o facto de Santo Antão precisar fazer o abastecimento em São Vicente e de colocar a sua produção agrícola nessa ilha.

Orlando Delgado adiantou que há “muita gente que depende dessa ligação”, quer ao nível das viaturas que fazem o transporte de mercadorias e de produtos agrícolas, quer a nível dos pequenos e grandes comerciantes ou dos vendedores ambulantes.

“É uma franja muito importante da nossa economia que precisa entrar em movimento”, disse o presidente da AMSA, que espera o cumprimento de todos os protocolos por parte da companhia de navegação e a colaboração de todos os utentes no sentido de respeitarem as recomendações das autoridades sanitárias, sobretudo no que toca ao distanciamento social e ao uso de máscaras.

O facto de o caso detectado em São Vicente ainda não ter resultado negativo não preocupa Orlando Delgado, que elogia a postura dessa família, de origem chinesa, que “se precaveu desde o início” e tomou as “medidas necessárias” para prevenir o alastramento da doença, nomeadamente, com o uso de máscara.

É que, segundo a mesma fonte, já se passou muito tempo desde o surgimento desse caso pelo que admite haver, neste momento, “todas as condições” para o reatamento da ligação marítima entre as duas ilhas.

LN/HF//AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos