Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Augusto Neves anuncia distribuição de pelouros para a próxima semana (c/áudio)

Mindelo, 24 (Inforpress) – O presidente da câmara de São Vicente disse hoje que vai reunir executivo camarário na próxima semana para distribuir os pelouros e apresentar a versão zero do orçamento e o plano de actividades para o próximo ano.

Na sua primeira conferência de imprensa após a tomada de posse, Augusto Neves informou que a primeira reunião camarária deve ocorrer na próxima semana, durante a qual vai distribuir os pelouros.

Isto, explicou, para apresentar a versão zero do orçamento para os vereadores trabalharem as áreas específicas e ter o plano de actividades para enviar para assembleia para aprovação no mês de Dezembro.

“Já na próxima semana, na primeira reunião da câmara, levarei os pelouros. Obviamente já terá discutido com os vereadores para ouvir a opinião deles e levá-lo à aprovação da câmara municipal”, assegurou Augusto Neves.

Ao presidente reeleito foi questionado que pelouros pretendem atribuir aos vereadores da União Cabo-Verdiana Independente e Democrática (UCID) que se mostrou “disponível para aceitar pelouros da gestão, finanças, acção social e urbanismo”, e ao Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) que se mostrou “aberto para consensos”.

Sobre este particular, Augusto Neves respondeu que “faltou ao António Monteiro pedir o pelouro de presidente da Câmara Municipal de São Vicente”, porque ajuntou “ quem pede urbanismo, gestão e finanças pede o presidente também”.

A mesma fonte, realçou que, tal como disse o PAICV, “os pelouros são da competência do presidente” e que discutirá a sua distribuição “de acordo a valência do vereador”, porque “sempre terá em conta pelouro que o vereador consegue trabalhar melhor e dar a sua contribuição”.

Além disso, acrescentou, conta na distribuição de pelouros “a plataforma do partido, porque todas as plataformas apresentadas durante as eleições tem coisas boas”, revelou o autarca.

Instado até que ponto está disponível a ir para garantir uma estabilidade na câmara de São Vicente, durante os próximos quatro anos, o autarca garantiu que “vai trabalhar para manter a harmonia, a estabilidade e discutir com todos os candidatos”.

“Estou aberto e chegarei a entendimento muito tranquilamente”, revelou Augusto Neves, lembrando que esta é a terceira vez que trabalha com maioria relativa e fez a gestão “tranquilamente” porque diz ter “capacidade de negociar e ultrapassar as dificuldades”.

Questionado se já não é altura de se moderar o discurso para criar um ambiente de tranquilidade, de trabalhar com todos, Augusto Neves disse que o seu discurso “é moderado” e que tudo o que ele falou “é verdade”.

“Eu disse que um já foi embora e é verdade, falei que um já vai para as legislativas e é verdade, falei que foi assalto e é verdade. Não falei nada que não fosse verdade, mas eu não tenho medo de nada. Estou cá para aquilo que for necessário e para trabalhar, o discurso é muito moderado”, reagiu o presidente da câmara de São Vicente, acrescentando que “não pode enganar e abandonar a população e ir para as legislativas”.

O mesmo lembrou que foi coordenador do MpD em São Vicente há muitos anos e a qualquer momento pode disponibilizar-se para as legislativas, mas “não o faz porque tem um compromisso para com a população de São Vicente”.

CD/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos