São Vicente: Amigos da Natureza quer dar visibilidade ao trabalho do Centro de Turismo e Economia Solidária

Mindelo, 31 Jan (Inforpress) – A Associação dos Amigos da Natureza (AAN) apresenta, esta terça-feira, no Mindelo, o projecto “Fomento da Tradição e Cultura de São Vicente”, para dar visibilidade ao trabalho do Centro de Turismo e Economia Solidária e seus fornecedores.

Segundo a técnica em associativismo e coordenadora do centro, Cristina Moreira, trata-se de um projecto que arrancou em Dezembro, do ano passado, com duração de cinco meses, e que consiste em desenvolver quatro actividades para promover o Centro de Turismo e Economia Solidária e seus fornecedores.

A primeira actividade, explicou, consiste na apresentação do projecto e na organização de uma mesa de diálogo entre os artesãos e os fornecedores do centro para discutirem os constrangimentos e desafios que têm surgido com a situação pandémica da covid-19.

“A pandemia afectou o centro e a vida de todos e queremos  propor algumas soluções e sinergias que possam ser criadas entre nós para dinamizar um conjunto de actividades que possam promover cada vez mais o trabalho do centro e dos seus artesãos”, explicou a técnica, adiantando que haverá ainda mais duas actividades ligadas à parte digital, que prevê a realização de dois concursos para contratar um serviço de produção audiovisual para realizar um vídeo e outro de produção gráfica para produção de um catálogo digital.

“O vídeo vai nos permitir falar do papel do centro no desenvolvimento local e nas comunidades rurais que será difundido nas redes sociais e em diversos meios e o catálogo digital vai centrar-se nos fornecedores e artesãos. Será um catálogo visual com apresentação de quem são essas pessoas, suas histórias e os seus produtos, que será lançado no mês de Abril”, acrescentou Cristina Moreira.

A quarta e última fase do projecto, avançou ainda, será a programação de um conjunto de actividades que têm no centro a sua principal força.  Entre os quais destacam-se encontros e workshops com o objectivo de criar sinergias com parceiros e pessoas interessadas em várias áreas que o centro tenta promover como é o caso do artesanato, da música, do empreendedorismo e das indústrias criativas.

O projecto “Fomento da Tradição e Cultura de São Vicente através da Promoção Digital e da Criação de Espaços de Partilha de Saberes no Centro de Turismo e Economia Solidária” conta com o financiamento da “Diversidade”.

“Diversidade” é um instrumento de financiamento para a diversidade cultural, cidadania e identidade nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e Timor Leste (PALOP-TL), financiado pela União Europeia, co-financiado e gerido pelo Camões, IP.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos