Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Aldeias de Salamansa São Pedro e Calhau vão ser elevados à condição de vila

 

Mindelo, 03 Out (Inforpress) – A elevação das aldeias da Salamansa, de São Pedro e do Calhau à categoria de vila poderá ser a grande novidade da sessão da Assembleia Municipal de São Vicente que teve início hoje de manhã.

Na ordem do dia só constava inicialmente a elevação de Salamansa à categoria de vila, mas um eleito municipal do MpD (partido no poder) sugeriu a inclusão também das duas outras aldeias, proposta que a assembleia votou favoravelmente e por unanimidade.

Contudo, a votação final para promover estas localidades a vilas só deverá acontecer na quarta-feira, passando então São Vicente a contar com três vilas.

Durante toda a manhã de hoje a Assembleia Municipal, que se reúne no salão nobre da Câmara Municipal porque sua sede não reúne condições neste momento, registou declarações políticas dos três partidos nela representados, designadamente o MpD, que sustenta a edilidade, a UCID e o PAICV.

Patrícia Gomes, líder do grupo político da UCID, incidiu a sua intervenção na dignidade dos eleitos municipais, que ela acha estar em causa, a começar pelo mau estado da sede da assembleia, passando pela falta de computadores nos gabinetes das bancadas.

Para Patrícia Gomes, o regresso das sessões ao salão nobre da câmara representa um retrocesso na autonomia e independência da Assembleia Municipal.

O “espaço não é adequado”, afirmou a democrata-cristã, observando que a instalação da Assembleia Municipal no edifício onde funcionava o Registo Civil deverá acontecer no “dia de São Nunca”, visto a câmara não ter inscrito no seu orçamento verba para restaurar o prédio da Avenida 5 de Julho.

Baltazar Ramos, da bancada do PAICV, retornou à manifestação popular “de indignação” do dia 05 de Julho, a exigir descentralização do poder central, “uma mensagem clara aos poderes instituídos”.

O eleito municipal reclamou do Governo um “compromisso firme” de construir um campus universitário em São Vicente.

Em representação do MpD (no poder municipal), Emanuel Miranda reconheceu carências da população, a proliferação de casas de lata, e afirmou que o “Governo tem consciência do problema” e que vai honrar os compromissos que selou com a população nas legislativas de Março de 2016.

Tal como seu colega de partido, o presidente da câmara, Augusto Neves, mostrou-se confiante de que vem a caminho uma melhoria da qualidade de vida dos munícipes, tanto que as “perspectivas financeiras são animadoras”.

Entre hoje e quarta-feira a Assembleia Municipal deverá votar o orçamento para 2018, apreciar as actividades municipais e vários outros assuntos constantes da ordem do dia para esta sessão.

AT/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos