Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: “Alargamento dos cuidados primários é um dos principais desafios para sector da saúde” – ministro

Mindelo, 07 Abr (Inforpress) – O ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, considerou hoje, no Mindelo, o alargamento dos cuidados primários de saúde como um dos “principais desafios” que enfrenta para o sector, que, ainda assim, está num “bom caminho”.

Segundo o governante, que participava na manhã de hoje numa caminhada realizada pela Delegacia de Saúde de São Vicente, está-se a “apanhar o ship” em Cabo Verde em relação à saúde, e a actividade deste domingo insere-se precisamente, assegurou, na importância da prática do desporto na promoção da saúde.

Em forma mensagem para sinalizar este 07 de Abril, Dia Mundial da Saúde, Arlindo do Rosário garantiu que as autoridades nacionais trabalham para conseguir aquilo que está protagonizado no 13º programa da Organização Mundial da Saúde (OMS) baseado em três “vertentes importantes”, o alargamento dos cuidados primários da saúde, a sustentabilidade e a promoção.

“Penso que estamos num bom caminho, Cabo Verde é reconhecido a nível das instituições internacionais. Há desafios imensos pela frente, que podem e devem ser melhorados, mas juntos e neste caminho Cabo Verde poderá atingir um patamar mais elevado”, precisou.

Neste conjunto de desafios, segundo a mesma fonte, mostra “primordial” reforçar os cuidados primários de saúde, “em curso”que está sendo feito ilha a ilha, aumentando as simetrias de acesso”.

O ministro da Saúde apontou o caso de Santo Antão, onde esteve de visita por estes dias, e São Vicente, com os investimentos na construção de um “grande centro hospitalar”, com o centro de hemodiálise, ambulatório, estrutura de neonatologia e obstetrícia e o centro terapêutico.

“São Vicente tem todas condições para se transformar num pólo de referência, mas melhorada a sua capacidade de resposta a toda esta região norte”, reforçou, para quem também mostra-se necessário melhorar as parcerias com outras instituições que actuam em outros sectores ligados à saúde.

“Nós teremos mais saúde se tivermos melhor habitação e se tivermos melhor ambiente”, concretizou Arlindo do Rosário, referindo-se ao projecto “cidade saudável”, a ser implementado em São Vicente, como um dos caminhos a seguir.

A caminhada realizada pela delegacia, juntamente com uma mega feira de saúde para assinalar o Dia Mundial da Saúde, teve uma “fraca participação” dos mindelenses, contando com cerca de 50 pessoas, na maioria mulheres que percorreram alguma artérias da cidade do Mindelo até a praia da Laginha.

LN/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos