Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Vicente: Adilson Graça Jesus é candidato à liderança da Comissão Política Regional do PAICV

Mindelo, 12 Jan (Inforpress) – O jovem Adilson Graça Jesus anunciou hoje a sua candidatura à liderança da Comissão Política Regional do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) em São Vicente, nas eleições que deverão acontecer a 13 de Fevereiro.

Em declarações à Inforpress, o militante disse que são várias as motivações que o levam a candidatar-se à liderança do PAICV em São Vicente. A primeira, explicou, é que acredita estar num momento de maturidade política e que consegue dar um contributo a nível mais alto, com comprometimento, e com maior responsabilidade nas estruturas regionais da comissão política em São Vicente.

“O objectivo desta candidatura é aumentar o nível de coesão à volta dos objectivos do partido, estabelecer uma oposição democrática e que converge para os interesses de São Vicente, melhorar a situação política do PAICV na ilha e preparar uma candidatura autárquica com maior brevidade possível”, explicou o militante.

A intenção, avançou, é preparar o candidato em termos de imagem, estrutura pessoal e ter uma candidatura que traz valor ao PAICV e a São Vicente e para dar à população a sensação de que o PAICV é alternativa e poder ser a solução para o desenvolvimento da ilha e para os males que nela passam.

Mas, segundo a mesma fonte, um dos grandes motivos da sua candidatura tem que ver com a situação política actual do partido, que, neste momento, é a terceira força política na ilha. O objectivo, conforme Adilson Graça Jesus, é tirar o PAICV desta situação e mostrar que é a melhor solução para São Vicente e Cabo Verde.

“Acredito que não podemos tomá-lo como um dado assente e permanente e não podemos ficar consolidados sempre como a terceira força política. Não podemos resignar-nos nesta situação e todos que têm condições e disponibilidade para apresentar algo para o partido devem fazê-lo para melhorar o PAICV em São Vicente e contribuir para o desenvolvimento da ilha e do País porque acredito que o PAICV ainda é melhor do que as outras soluções que temos na ilha e no País”, sustentou.

O militante mostrou-se confiante na sua capacidade de “congregar vontades e de criar” coesão à volta do PAICV em São Vicente. Isto, explicou, devido à sua “facilidade de comunicação, capacidade de diálogo” com todos e a entrega que tem demonstrado nas campanhas independentemente de quem concorre no partido.

“Tenho participado em todas as campanhas sem me importar quem é o líder regional ou nacional. Nos momentos de trabalho para o PAICV tenho feito este trabalho com dedicação e sempre com a imagem do partido e da ilha pela frente. E isso dá-me a indicação de que tenho condições de congregar vontades e de criar alguma coesão à volta dos objectivos do PAICV, de São Vicente e de Cabo Verde”, reforçou.

A mesma fonte destacou que a sua formação em Ciência Política e Relações Internacionais e a sua experiência na administração pública cabo-verdiana permitiu-lhe conhecer de “forma profunda” o funcionamento do país.

 Também afirmou que tem uma “grande penetração no PAICV, quer a nível regional quer nacional”, com experiência em diversos órgãos do partido e da JPAI, de que foi vice-presidente nacional durante 08 anos.

Apesar de ainda estar a constituir a sua lista, Adilson Graça Jesus garantiu que será uma equipa renovada e equilibrada em termo de género, que vai privilegiar um projecto de integração inter-geracional, e que espelha a estrutura populacional, económica e social de São Vicente com pessoas das várias vertentes e com convicção para trabalhar para o PAICV.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos