Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Salvador do Mundo: edil diz-se satisfeito com os ganhos alcançados nos últimos anos (c/áudio)

Achada Igreja, 19 Jul (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo mostrou-se hoje satisfeito com os resultados alcançados ao longo dos últimos anos e apontou a erradicação da pobreza extrema e a mobilização de água como maiores desafios.

Ângelo Vaz falava na sessão solene da Assembleia Municipal, em comemoração dos 15 anos da criação desse município do interior de Santiago, separada em 2005 como uma freguesia do concelho de Santa Catarina, que foi presidida pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia.

Na ocasião, Ângelo Vaz que é candidato à sua própria sucessão nas eleições autárquicas de 2020, aproveitou para apresentar os resultados do seu mandato (2016-2020), afirmando que “hoje o município orgulha-se da dinâmica imprimida nos últimos anos”.

Em jeito de balanço da sua governação, elencou ganhos no desencravamento das localidades, habitação social, desporto, acção social, água e saneamento, empreendedorismo jovem, cultura (conferências, exposições e lançamentos de livros), entre outros que, conforme lembrou, foram conseguidos graças aos inúmeros parceiros, sobretudo o Governo.

No que tange ao desencravamento, afirmou que desencravaram grande parte do território municipal, ou seja, Covão Grande, Picos Freire, Mato Forte, Leitãozinho, Leitão Grande, Descida Monte, Lém da Rua, e pontos críticos nas localidades de Burbur, Degredo, Rebelo Acima, e Faveta, e que ainda requalificaram 75 por cento (%) das ruas de Achada Leitão.

Ainda neste campo, destacou a requalificação urbana e ambiental de Chão Rodrigues.

Na habitação social, informou, foram reabilitadas 123 casas e que construíram quatro de raiz, além de terem apoiado centenas de famílias na reabilitação das suas moradias.

Relativamente ao desporto, fez saber que construíram quatro placas desportivas, cumprindo deste modo os compromissos assumidos em 2016, para além de aquisição de um terreno na zona de Leitãozinho para construção de mais uma infra-estrutura desportiva, e ainda intervenções no campo de Covão Grande.

Destacou, ainda, a realização do campeonato nacional de xadrez na categoria sénior.

No campo social, disse que o executivo apoiou centenas de famílias carenciadas com consultas médicas, na compra de medicamentos e na realização de exames médicos, e que conseguiram empregar centenas de chefes de famílias nos últimos três anos, no âmbito do plano de mitigação da seca e do mau ano agrícola.

Atribuição de 551 Rendimento Social de Inclusão (RSI), 484 Actividades Geradoras de Rendimento (AGR)), 8.155 cestas básicas no âmbito da pandemia do novo coronavírus (covid-19), beneficiando 3.003 agregados familiares e atingido 11 mil pessoas, são outros ganhos apontados na área social.

No sector da água e saneamento, destacou a construção e reabilitação de poços e tanques para conserva de água para a rega e consumo, assim como construíram seis casas de banho, nove cisternas beneficiando, sobretudo, famílias carenciadas.

Na área de saneamento, adiantou que vão construir ainda este ano mais dez casas de banho e 20 cisternas, aquisição de contentores de lixo e alargamento da recolha de lixo em todas as localidades, sobretudo nas que outrora eram encravadas.

Já no sector de água, apontou a construção de um reservatório e rede de água em Jalalo Ramos, para além de a edilidade ter apoiado centenas de famílias.

No concernente ao empreendedorismo jovem, Ângelo Vaz informou que em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) que já formaram mais de quatro dezenas de jovens com ideias de negócios que foram, igualmente, apoiados com ‘kits’, estando hoje no mercado de trabalho com algum sucesso.

Do rol das realizações, realçou ainda a conclusão do Plano Estratégico Municipal de Desenvolvimento Sustentável, melhoramento na cobrança de impostos, na gestão dos recursos humanos, financeiros, patrimoniais da câmara municipal, montagem do Centro de Transformação de Frutas, entre outros ganhos.

Por seu lado, os eleitos municipais Gil Vaz (Movimento para a Democracia, poder), e José Maria Lopes (Partido Africano da Independência de Cabo Verde, oposição) reconheceram ganhos e transformações ao longos dos 15 anos da criação do município, mas divergem quanto ao seu desenvolvimento.

FM/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos