Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Salvador do Mundo: Ângelo Vaz promete um mandato focado nos interesses das pessoas 

Achada Igreja, 13 Nov (Inforpress) – O presidente reeleito da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo pela lista do MpD, Ângelo Vaz, investido hoje no cargo após vencer as eleições de 25 de Outubro, prometeu um mandato focado nos interesses dos salvadorenhos.

Ângelo Vaz falava durante o seu discurso após o acto de investidura dos novos eleitos da Câmara e Assembleia Municipais de São Salvador do Mundo para o mandato 2020-2024, que teve lugar no espaço N´Guli Lança Shooping e que foi testemunhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades e ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares.

“ (…) Se no mandato anterior (2016/2020) elegemos a infra-estruturação do município como bandeira da nossa governação, criar as condições de competitividade para alavancar todos outros sectores tais como a agricultura, o turismo e o desporto e criar uma dinâmica económica mais forte, neste mandato vai incidir nas pessoas, ou seja, levar água canalizada para dentro de casa de todos os salvadorenhos e apoiar as famílias mais vulneráveis com casas de banho”, declarou o autarca perante várias pessoas que presenciaram o acto.

Apontou ainda como principais eixos do mandato 2020/2024 o reforço do apoio a nível da habitação social, através da reabilitação e construções para as famílias que realmente precisam, aposta na requalificação de outros centros como Achada Leitão e Chão Rodrigues, investimento no desencravamento das localidades e aposta na melhoria dos acessos existentes.

Ainda durante este mandato que, ora se inicia, Ângelo Vaz anunciou um “forte investimento” para a cidade de Achada Igreja que acolhe a sede do município, que vai passar pela requalificação com intervenções a fundo desde a asfaltagem da rua principal, construção do miradouro Boa esperança, requalificação do espaço dedicado à cultura, parque de estacionamentos, parques infantis, e criação de uma rua alternativa para resolver em parte o entupimento do centro da urbe.

Para a juventude prometeu, em parceria com o Governo, criar políticas voltadas para o emprego e empregabilidade, e no desporto reiterou o compromisso de levar placas desportivas às localidades que ainda não têm estas infra-estruturas desportivas e arrelvamento do campo de futebol de Achada Leitão.

Todos esses “projectos ambiciosos”, segundo a mesma fonte vão alavancar o desenvolvimento e lançar a economia local, visando criar mais emprego e reduzir a pobreza, sobretudo nos jovens e mulheres chefes de família.

Os mesmos, que terão um “impacto enorme” no turismo local e para toda a ilha de Santiago, segundo o autarca, vão ser materializados no quadro da parceria com o Governo, através dos programas e fundos a serem disponibilizados ao concelho.

Por seu turno, o ministro Luís Filipe Tavares, em representação do Governo, disse que “a democracia funcionou e funcionou bem”, daí a razão que o leva a pedir respeito e união dos eleitos –  Movimento para a Democracia (MpD) – e dos vencidos – Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) – em prol do desenvolvimento deste município do interior de Santiago.

Na ocasião, o governante aproveitou para reafirmar o compromisso do executivo liderado por Ulisses Correia e Silva em continuar a trabalhar no desenvolvimento de todos os municípios do País e “sem discriminação”, neste particular com o de São Salvador do Mundo na materialização dos seus projectos para o mandato que ora se inicia.

O MpD ganhou ao PAICV pela diferença de 450 votos nas eleições para a câmara municipal (conseguido todos os cinco mandatos) e de 416 votos para a Assembleia Municipal (AM), elegendo sete dos doze deputados, incluindo a presidente deste órgão deliberativo, Elsa Rodrigues.

De acordo com os dados divulgados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), nas eleições autárquicas de 25 de Outubro, em São Salvador do Mundo, votaram 4.175 e dos 6.112 eleitores inscritos, e destes 1.937 preferiram não votar, com a taxa de abstenção a rondar os 31,7%.

FM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos