São Nicolau/Páscoa: Pároco endereça mensagem de “União Familiar” aos fiéis (c/áudio)

Tarrafal de São Nicolau, 20 Abr (Inforpress) – O Frei Ademário, da paróquia de São Francisco de Assis, endereçou, hoje, na véspera da celebração da Páscoa, uma mensagem de “união familiar” a todos os fiéis.

Em declarações à Inforpress, o Frei Ademário, endereçou uma mensagem à família enquadrada no âmbito das festividades da Páscoa transmitindo mensagem de “União familiar”.

Segundo o religioso, a mensagem da Páscoa é “Unir-nos a Deus. A partir de Deus, o resto social, humano, tudo tem outro olhar de esperança e de paz”.

De acordo com a mesma fonte, as festividades da Páscoa estão a ser celebradas nas três paróquias da ilha, com muita intensidade e um vasto programa.

No dia 21, dia da Páscoa, depois da missa haverá uma confraternização familiar, na qual as famílias farão um almoço convívio, com grupos de animação num recinto ao lado da igreja.

Com este almoço, segundo explica, querem “valorizar a Páscoa como a festa da família” com o objectivo de estarem juntos.

No dia seguinte, avança, “vamos benzer as casas das famílias, durante toda a semana até o dia 27 de Abril. Esta actividade percorrerá todas as aldeias do concelho”, sublinhou.

Da agenda paroquial, estão programados muitos baptizados e primeira comunhão, que vão acontecer no próximo dia 28 de Abril.

Vinte e seis crianças serão baptizadas, 39 farão a primeira comunhão.

As festividades da Páscoa são “fortemente” vividas na ilha de São Nicolau, conhecido o seu prolongamento como a festa da Pascoela e Pascoelinha.

Segundo Frei Ademario esta festa é mais no sentido de as pessoas quererem mais “festa”.

De acordo com a agenda paroquial, haverá festas da Pascoela, no dia 28 de Abril, em duas localidades, em simultâneo.

Em Caleijão, haverá missa solene às 10:30, com início de procissão. Haverá também uma palestra sobre Família, no dia 25 de Abril às 17:30 na capela local.

Em Estância de Braz, também haverá uma missa solene, à mesma hora, intitulado “Festa da Divina Misericórdia”.

Depois da festa seguirão, a parte profana, os bailes populares, seguido de um almoço com o tradicional “Modje d’capode”, conhecido tradicionalmente em Cabo Verde como “C’mida de Anjo”.

De salientar que esta Sexta-Feira Santa, dia em que se celebra a Paixão de Cristo, em Tarrafal houve uma procissão pelas várias artérias da cidade, “algo que não acontecia há muito tempo”, segundo Frei Ademário.

As actividades da Páscoa centralizaram-se, este ano, na Vila Ribeira Brava, com a celebração da “Semana Santa da Juventude”.

DG/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos