São Nicolau: Condições climáticas e actividades do Homem condicionam preservação do parque Natural do Monte Gordo

Tarrafal de São Nicolau, 22 Mai (Inforpress)- A directora do Parque Natural do Monte Gordo, Lindaci Oliveira, admitiu hoje que as condições climáticas e alguma actividade do Homem condicionam a preservação da área, eleita entre as sete maravilhas de Cabo Verde.

A responsável fez esta consideração em declarações à Inforpress, no âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade, que se celebra hoje, adiantando que na impossibilidade de se realizar as suas actividades habituais, devido a pandemia da Covid-19, optaram por fazer um programa sobre preservação da biodiversidade, transmitido na rádio comunitária da Ribeira Brava.

Lindaci Oliveira lembrou que, anualmente, realizam uma “maratona ecológica”, através da qual promovem actividades lúdicas de educação ambiental, com o objectivo de sensibilizar as pessoas.

Relativamente à preservação da biodiversidade no Parque Natural do Monte Gordo, a responsável pela área diz creditar que estejam a conseguir consciencializar a população sobre a importância da mesma, destacando o facto de estarem reproduzir várias espécies em viveiro, que posteriormente são colocados no terreno.

“Mas há muitos condicionantes, sobretudo no que diz respeito às condições do clima e às próprias actividades do Homem”, assinalou.

Para que a diversidade biológica do parque seja preservada, Lindaci Oliveira defende que é necessário continuar a “trabalhar fortemente” na sensibilização das comunidades, para além de intensificar a plantação, conservação e limpeza dos locais de presença das espécies endémicas.

O Parque natural do Monte Gordo possui uma superfície de 952 hectares e fica situado na parte ocidental de São Nicolau, na divisão entre os municípios da Ribeira Brava e do Tarrafal.

LS/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos