São Nicolau: Cidadão invade instalação da Câmara Municipal Tarrafal para reivindicar direitos (c/áudio)

Tarrafal de São Nicolau, 15 Jan (Inforpress) – Um homem de 69 anos invadiu hoje as instalações da Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau, acomodando seus pertences e dois filhos menores, para reivindicar seus direitos.

Manuel Brito explicou à Inforpress que teve esta atitude porque já esgotou todos os seus recursos para viver diante de um prejuízo alegadamente causado pela câmara em que teve seu carro totalmente danificado num acidente ocorrido a 06 de Dezembro de 2018.

O acidente aconteceu em Lombo Pelado, de madrugada, quando a faixa de rodagem onde seguia no seu carro teria sido invadida pelo carro da edilidade em que seguiam seis ocupantes, que, segundo Manuel Brito, estariam “alcoolizados, praticamente”.

O sexagenário informou que entre os ocupantes da viatura, que regressavam de uma festa do município de Ribeira Brava, se encontrava também o presidente da câmara, José Freitas.

Conforme explicou, após o acidente seu veículo foi avaliado em 800 contos, desde essa altura recebeu da seguradora 400 contos, sendo que a outra que metade deveria ser paga pela edilidade, mas, até hoje nada recebeu.

Segundo o mesmo, já levou o assunto por três vezes à Assembleia Municipal, a última vez foi a 19 de Novembro de 2019 em que o presidente deste órgão deliberativo ter-lhe-ia respondido que a sua preocupação ficaria registada na acta, caso quisesse fazer uso dela como reforço para prestar queixa junto de instituições competentes.

Cansado de esperar, uma vez que o caso encontra-se em tribunal e tendo contactado o presidente da câmara, José Freitas, por diversas vezes, e segundo disse, “não responde”, esgotou todas as possibilidades de diálogo.

Hoje, por volta das 11:00, Manuel Brito invadiu as instalações da Câmara Municipal tendo levado um colchão, uma mesa, duas cadeiras, um gás pequeno e seus dois filhos menores (11 e 9 anos, respectivamente) num acto de total desespero.

Segundo explicou, usou o dinheiro da seguradora para pagar um empréstimo bancário e sustentar-se e, neste momento, sem o carro para sobreviver, não tem recursos financeiros nem sequer uma aposentadoria.

Adiantou ainda que, as crianças estão a passar fome e há cerca de cinco meses que não paga aluguer.

Perante a situação, que vive hoje, que diz ter sido causada pela Câmara Municipal, a única solução, apontou, é que lhe seja entregue uma habitação Casa para Todos que se encontra fechada.

Por volta das 12:30, Manuel Brito foi encaminhado para a esquadra da polícia, tendo sido retirado das instalações camarárias com todos os seus pertences.

Sobre este caso, o edil tarrafalense dissera, durante a sessão da Assembleia Municipal, realizada a 19 de Novembro último, que aguarda decisão do processo nos tribunais.

DG/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos