São Nicolau: Campanha de censo populacional canina termina com 510 cães contabilizados no município do Tarrafal

Tarrafal de São Nicolau, 19 Set (Inforpress) – Quinhentos e dez cães foram registados durante a campanha de censo populacional canina que decorreu de 27 de agosto a 12 de setembro no município do Tarrafal, informou hoje a autarquia local, através do Pelouro de Saneamento.

A campanha que ora termina teve como objectivo fazer uma base de dados, mas, igualmente, determinar que materiais serão utilizados na castração e seguimento dos cães de rua, bem como sensibilizar os munícipes sobre a importância do controlo da população canina e sobre as zoonoses (doenças infecciosas de animais capazes de ser naturalmente transmitidas para o ser humano).

Em jeito de balanço, Dircelena Cabral, vereadora do Pelouro de Saneamento, disse à inforpress que durante a campanha não houve resistência das pessoas, “todas que participaram no censo foram informadas de que deveriam passar na secretaria da Câmara local para efetuar o registo de seu cão no sistema”, mas reconheceu que a campanha, entretanto, “não teve muito sucesso”.

De acordo com os dados, avançou que o município do Tarrafal registou na totalidade 510 cães (159 cães femininos e 351 cães masculinos, 9 são castrados), sendo que 57 deles cães vadios, o que representa 11% da população que está sempre na rua.

“Como poderá constatar, não temos dados de cães vadios, ou seja, os resultados são relativamente a cães com dono que, provavelmente, estão sempre nas ruas” explicou.
Tarrafal é a cidade com maior população canina, onde foram registados 316 cães (117 cães femininos e 199 cães masculinos, 3 são castrados, 51 deles são cães vadios, o que representa 16% da população canina que está sempre na rua.

Na posse destes dados, avançou que o próximo passo é a castração do animal, o que constitui a 2º fase deste processo e está prevista para o mês de Dezembro.

“Agora é orçamentar os materiais necessários para a castração e decidir se vai ser realizada em todo território municipal ou somente na cidade do Tarrafal”, sublinhou.
Conforme a responsável, a campanha será feita em fases, pois, “os materiais são um pouco caros”, explicou, sendo assim, dar-se-á início na cidade do Tarrafal.

Entretanto, a responsável deixou um alerta de que, a partir de janeiro do próximo ano, os donos de cães deverão fazer o seu manifesto nas instalações da sede do município, conforme manda o Código de Postura Municipal.

Conforme explica, o manifesto é um registo de cães, um processo que está a decorrer na Câmara Municipal local e as pessoas podem fazê-lo livremente, mediante um pagamento irrisório.

DG/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos