Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Nicolau: Câmara Municipal do Tarrafal já tem aprovados instrumentos de gestão para 2021

Cidade do Tarrafal, 26 Fev (Inforpress) – A Câmara Municipal do Tarrafal já dispõem dos instrumentos de gestão para o ano 2021, aprovados hoje na primeira sessão ordinária da Assembleia Municipal local.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José Freitas, fez um balanço positivo da sessão, tendo em conta que conseguiram aprovar os instrumentos de gestão para o ano 2021 e ainda o orçamento rectificativo de 2020.

“O orçamento apresentado é super realista, conseguimos prever as receitas lá onde foi possível e todos os projectos do orçamento são projectos que já temos negociado”, afirmou.

O orçamento apresentado pelo executivo camarário é de mais de 419 mil contos, incluindo trinta mil contos do Serviço Autónomo de Água e Saneamento e, segundo Freitas de Brito, está suportado pelos princípios de ponderação e contenção e no pressuposto de que a câmara  municipal irá continuar a trabalhar em prol do desenvolvimento do município.

“Iremos conseguir realizar o estabelecido no orçamento e, com certeza, quando estivermos a discutir a conta de gerência, iremos provar uma boa execução orçamental”, realçou o edil tarrafalense.

O líder da bancada do Movimento para a Democracia (MPD), Simony Soares afirmou que os instrumentos de gestão apresentados para 2021, estão de acordo com a realidade do município.

“Votamos favoravelmente porque são instrumentos importantes para a realização e materialização de tudo aquilo que a Câmara tem previsto para 2021”, acrescentou.

Por seu lado, o líder da bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Manuel Fernandes demonstrou o descontentamento da sua bancada em relação à aprovação do orçamento rectificativo de 2020.

“Nós o qualificamos de ‘orçamento justificativo’ porque aprovar um orçamento rectificativo a esta altura é incorrecto e ilegal. O orçamento aprovado não condiz com o plano de actividades apresentado, há incongruências, desfalques”, realçou.

Também Elton Sequeira, líder da bancada do Grupo Independente para o Desenvolvimento do Tarrafal (GRIDT), faz referência à aprovação do orçamento rectificativo, classificando como uma irregularidade.

“É uma grande ilegalidade mediante a lei e a câmara não conseguiu demonstrar como é possível arrecadar receitas para executar os investimentos que previram no orçamento”, salientou.

Além da aprovação do orçamento rectificativo de 2020 e dos Instrumentos de Gestão para 2021, também foi aprovada a autorização da participação do município na Sociedade de Desenvolvimento Local.

LS/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos