Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

São Miguel: Proposta da criação da Polícia Municipal aprovada na Assembleia Municipal

Calheta, 08 Jun (Inforpress) – A proposta da criação da Polícia Municipal de São Miguel foi aprovada hoje na XIIª sessão ordinária da Assembleia Municipal, com votos favoráveis do MpD (poder) na globalidade e parecer positivo do PAICV (oposição) na especialidade.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, considerou que o facto de o Partido Africano da Independência de Cabo Verde ter dado parecer favorável na especialidade demonstra que a oposição está com a Polícia Municipal.

“É um grande projecto, um projecto inovador, que vai reforçar a capacidade do município em matéria de fiscalização”, garantiu, frisando que a Polícia Municipal é uma autoridade administrativa que permite encaixar no “puzzle” que se quer para São Miguel, no sentido de o tornar num município “saudável, atractivo, educador, seguro e sustentável”.

De acordo como edil, trata-se de “um grande investimento” para que, de facto, se possa melhorar a capacidade de servir os munícipes, garantindo “um bom ambiente” de negócio, criando todas as condições para São Miguel ser um pólo dinâmico do desenvolvimento económico local.

“Com a aprovação da Polícia Municipal, São Miguel torna-se claramente num município mais forte”, observou, acrescentando que se está claramente diante de um serviço “muito mais competente” do que os de fiscalização, tendo em conta que a Polícia Municipal é melhor preparada para exercer os trabalhos.

Conforme garantiu, a Policia Municipal tem mais capacidade para garantir um bom funcionamento da sociedade no município, bem como criar condições para os operadores económicos desenvolverem as suas actividades em locais adequados.

“Queremos ter cada vez mais uma melhor qualidade a nível ambiental, permitindo condições de facto para que quem trabalha aqui labore em condições que permitam o desenvolvimento de actividades com dignidade”, afiançou.

Ao seu ver, essa corporação vai contribuir para uma melhor organização de todas as actividades económicas, tornando o concelho cada vez mais moderno e mais competitivo, acelerando um crescimento cada vez mais inclusivo.

Herménio Fernandes afiançou que o processo de recrutamento de oito efectivos já está em curso, tendo os meios e recursos financeiros para a sua instalação sido previstos no orçamento de 2020.

Por sua vez, o representante da bancada do PAICV, Alcides Furtado, afirmou que é bom criar a Polícia Municipal, mas defende melhores condições para que e os profissionais se sintam motivados.

“Propomos que o salário da Polícia Municipal fosse de 45 mil escudos, não 30 mil, e propomos para o director da Polícia Municipal um seguro de risco, que poderia ser de 15 por cento (%) do salário, porque sabemos que esse serviço irá ter muitos trabalhos”, defendeu.

Reforçou que já que se quer criar a Polícia Municipal é necessário criá-la com todas as condições.

O líder da bancada municipal do Movimento para a Democracia (MpD), Francisco Sanches, por seu turno, afirmou que São Miguel está a crescer, daí a necessidade de ter um serviço como o da Polícia Municipal para acompanhar esse “desenvolvimento”.

“Vamos reforçar o nosso poder de fiscalização, acompanhando todo o desenvolvimento de São Miguel”, enfatizou.

WM/JMV

Inforpress /Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos