São Miguel: PP acusa Herménio Fernandes de mandar Polícia impedir a eleição dos órgãos da direcção concelhia – edil refuta acusações

 

Cidade da Praia, 28 Set (Inforpress) – O Partido Popular (PP) acusou hoje, na Cidade da Praia, o presidente da Câmara Municipal São Miguel, Herménio Fernandes, de mandar impedir a eleição dos órgãos da direcção concelhia, que deveria acontecer no último fim-de-semana.

A acusação foi feita pelo dirigente deste partido, Benvindo Reis, afirmando que Herménio Fernandes solicitou a intervenção da Polícia alegando que o partido estava em acção de manifestação e de campanha.

“Simplesmente estávamos a utilizar o nosso megafone para chamar as pessoas a assistirem a eleição porque não tínhamos um espaço para o feito, ao contrário do que aconteceu em Santa Cruz onde fomos convidados para utilizar a sala da sessção”, esclareceu Benvindo reis.

Acrescentou que o edil micaelense “chegou no seu BMW”, fez “cara feia” e chamou a polícia do seu gabinete para desmobilizar e retirar as pessoas que estavam no local.

Benvindo Reis lamentou o ocorrido porque, conforme disse, o presidente do partido, Amândio Vicente, e o secretário-geral, Juvenal Furtado, já tinham feito contactos para a eleição da direcção concelhia, nomeadamente o coordenador, o secretário e os vogais.

“Mas infelizmente as pessoas ficaram assustadas com a atitude intimidatória dos agentes da  Polícia Nacional e não foi possível fazer a eleição”, lamentou Benvindo Reis, avisando que estes constrangimentos têm que ser denunciados à comunidade internacional para se saber o que está a acontecer em termos de democracia em Cabo Verde.

Contactado pela Inforpress, o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, refutou essas acusações, esclarecendo que o PP queria ocupar um espaço público    que estava reservado para as comemorações do dia do município.

“O PP está a fazer uma acusação maldosa porque simplesmente estava a ocupar um espaço público que já estava reservado à uma actividade municipal, no quadro das celebrações do dia do aniversário do município e foram advertidos dado que não solicitaram nenhum pedido à Câmara Municipal”,  disse o edil Herménio Fernandes.

OM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos