Search
Generic filters
Filter by Categories
Ambiente
Cooperação
Cultura
Economia
Internacional
Desporto
Politica
Sociedade

São Miguel: Plano Estratégico Municipal do Desenvolvimento Sustentável aprovado por unanimidade na Assembleia Municipal /RECTIFICADA)

Pedra Badejo, 31 Jul (Inforpress) – O Plano Estratégico Municipal do Desenvolvimento Sustentável (PEMDS) do município de São Miguel foi aprovado hoje por unanimidade, durante a VI sessão extraordinária da Assembleia Municipal, com 12 votos a favor do MpD (poder) e cinco favorável do PAICV (oposição).

Em declarações à imprensa, no final da sessão, o Presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, afirmou que se está perante um “momento histórico”, que demonstra claramente a maturidade democrática.

Ao seu ver, trata-se de um documento estratégico que compromete a todos os actores políticos e interessados no desenvolvimento local, assim como empresários, operadores económicos e todos os micaelenses.

“É um documento do município num horizonte temporal de 10 anos, que demonstra aquilo que será o município no futuro”, declarou, acrescentando que o plano propõe “grande desenvolvimento” sustentável do município.

Conforme garantiu, este desenvolvimento visa garantir habitação condigna para todos, bem como acesso a saúde, educação, entre outros sectores.

“Garante também investimentos estruturantes nos domínios da acessibilidade, para potenciando todos os recursos endógenos que o município tem em matéria do sector primário”, demonstrou, referindo-se à agricultura, pesca e pecuária.

“Queremos acelerar o desenvolvimento do concelho e para isso o planeamento é extremamente importante”, reforçou, acrescentando que com este plano já se sabe quais são os recursos necessários para investimentos nos projectos estruturantes.

Por sua vez, o representante do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Alcides Furtado, justificou que a sua bancada votou a favor por considerar o documento necessário, “apesar de chegar atrasado”.

“De facto, é um documento necessário, porque é um documento para o futuro”, observou, salientando que o seu partido até defende que o documento deveria ser criado antes.

O líder da bancada municipal do Movimento para a Democracia (MpD), Francisco Sanches, assegurou que o seu partido aprova todos os projectos que são “bons” para São Miguel, dando à edilidade o suporte para fazer mais.

“Foi com esta lógica que votamos a favor, porque é um plano de médio e longo prazo e no documento está identificado todo o potencial do nosso concelho, quais as necessidades de São Miguel e qual é o caminho que o município deve percorrer para atingir os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

WM´/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos