São Miguel: Olavo Correia diz que desenvolvimento passa pela aposta na agricultura, turismo, ecoturismo e pescas

 

Calheta São Miguel, 28 Set (Inforpress) –  O ministro das Finanças, Olavo Correia disse hoje que o desenvolvimento do concelho de São Miguel passa pela aposta nas suas potencialidades, nomeadamente agricultura, turismo, ecoturismo e pesca.

O governante que presidia à sessão solene no âmbito da comemoração do 20 º aniversário do concelho de São Miguel, disse que além de se apostar nessas potencialidades, a mesma tem que incidir sobretudo naquilo que é “mais importante” a juventude.

Para tal, exortou o envolvimento do poder local e central e agentes privados, visando o desenvolvimento do município, isto porque, “São Miguel tem todas as condições”.

O político sublinhou que o Executivo vai facilitar toda tramitação para que as empresas possam empreender e inovar, criar as condições de financiamento para investimento na agricultura por parte dos agricultores, investimento no turismo, e ainda para os jovens que querem investir nas Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC).

Colocando a tónica na agricultura precisou que a mesma “não pode continuar a ser feita” numa base de informalidade e meramente familiar, advogando que cabe ao poder local e central olhar para os incentivos para empoderar essas pessoas para que possam sair do informal e gerar emprego para si e outros.

Tendo em conta que este desenvolvimento tem que ser “inclusivo”, defendeu que o Estado tem de garantir condições de transporte para escoamento dos produtos, mobilidade de financiamento, mas é preciso também aumentar a produtividade do sector agrícola, apostar na certificação, para que a agricultura seja colocada no sector turístico.

No dizer do ministro das Finanças, apostando nas suas potencialidades a pobreza não será “reduzida”, mas sim “eliminada”, e a comunidade vai ter acesso ao rendimento, para poder construir uma vida digna e autónoma dos poderes públicos central e local.

“O desenvolvimento do município é uma tarefa de todos, e não é uma tarefa partidária, é um desafio comunitário e nacional”, afirmou Olavo Correia.

O governante acrescentou ainda que para se atingir esse desenvolvimento o município tem que construir uma marca de um município empreendedor, inovador, com jovens altamente qualificados, com uma agricultura moderna, um turismo de qualidade e com uma pesca que é capaz de gerar lucro para os pescadores.

Olavo Correia que acredita que o município de São Miguel tem as “condições para estar na linha da frente”, notou que o mesmo tem tido uma “dinâmica extraordinária”, afiançando que o Governo tem transferido os fundos quer do Ambiente, Turismo, Rodoviários, fazendo ainda chegar o Programa POSER e contribuindo a nível de requalificação do concelho.

FM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos