São Miguel: Edilidade implementa código de postura municipal para proibir a prática de venda de carnes nas ruas

 

Calheta, 15 Abr (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes garantiu hoje que dentro de breve vão implementar o código de postura municipal para proibir a venda de carnes que é feita nas ruas e sem qualquer controlo.

Nesta quadra festiva da Pásoa, a Inforpress pôde constatar em diversos pontos do concelho de São Miguel e de Santa Catarina a venda de carnes nas ruas, feitas sem quaisquer condições e controlo sanitário, partilhando o espaço com animais vadios.

Abordado pela Inforpress a esse propósito, o edil micaelense disse que em São Miguel regista-se um aumento desta actividade, porque a procura é maior em épocas de festa, como agora pela Páscoa, o que leva a que muitas pessoas que não praticam esta actividade, como uma actividade económica, excepcional nesta altura aproveitam para fazer o abate nas ruas.

Entretanto, garantiu que essas vendas são fiscalizadas, tanto pelos serviços da fiscalização municipal, como por agentes sanitários do Ministério da Agricultura e da Saúde.

Esta situação, segundo disse é excepcional por ocasião das festividades, mas conforme afiançou, a edilidade não compactua com esta prática de venda de carnes nas ruas, uma vez que, existe um mercado municipal com talho e um matadouro municipal a funcionar no concelho.

Para este combate, o autarca garantiu que a autarquia vem aplicando medidas correctivas e medidas de prevenção, para evitar a massificação dessa prática, e vai implementar dentro de breve o código de postura municipal de modo a banir a venda nas ruas.

“Estamos a dar um combate sério e firme, porque não podemos atrair o turismo com essas práticas, não poderemos ter uma cidade organizada, com bom nível de saneamento com essas práticas, portanto são coisas que não vamos tolerar “, disse.

AM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos